Festa do PSD no Parque de Calvilhe

0
237

Foi no fim da tarde do passado sábado, num cenário diferente do habitual noutras apresentações de candidatura, que se apresentou à população de Milheirós a lista candidata pelo PSD à Junta de Freguesia, liderada por Vítor Fontes. Com o Parque de Calvilhe em tons de festa. Dois porcos no espeto e a animação garantida pelo cantor Serafim Carvalho e pela banda Sol Brilhante.

 

Mas a animação não estava só no palco. Não tardou muito para que a sugestão do cantor Serafim Carvalho – "venham para aqui dançar" – contagiasse grande parte da comitiva laranja que se deslocou ao Parque de Calvilhe. Presidentes e candidatos a juntas de freguesia pelo PSD, assim como muitos elementos do secretariado feminino do partido laranja não demoraram muito a invadir a "pista de dança" improvisada, e ensaiaram-se passos. Uns mais enferrujados, outros menos. A música, essa, não parava. Entre temas bem conhecidos do reportório ligeiro nacional, o cantor Serafim Carvalho não parava de incitar os membros da comitiva laranja à dança, à qual se juntaram alguns populares da freguesia. Até "rodas" se formaram. E à roda andavam também dois porcos no espeto nos assadores, o mote para uma longa fila que se formou, já bem perto da hora do jantar e com a "barriga a dar horas".

À margem de tanta euforia, e como o ruído não o permitia, foi num local mais recatado que PRIMEIRA MÃO ficou a saber que o candidato PSD à freguesia de Milheirós, Vítor Fontes, garante que há muito por fazer na terra que quer ver a "retomar o rumo". "Fazer aquilo que eles não foram capazes de fazer ou não quiseram fazer". "Eles" são os membros do Partido Socialista da equipa liderada por Mário Gouveia, agora candidato pelo PS à Câmara Municipal da Maia. "No programa deles há quatro anos foram várias as promessas que eles fizeram e não cumpriram nenhuma". Vítor Fontes quer "tomar o leme" da freguesia e garantiu que "vai cumprir as promessas que forem viáveis". E o que há por fazer em Milheirós? "Muita coisa", responde Vítor Fontes. Acrescenta ainda que, por exemplo, "o Parque de Calvilhe não tem casas de banho nem uma cozinha de apoio aos assadores que existem aqui".

O candidato do PSD sublinha o lema de campanha "Retomar o rumo". Vítor Fontes adiantou também que quer "acabar a obra que o executivo do PSD, enquanto esteve ao serviço desta terra, não acabou". O candidato laranja a Milheirós entende que a mudança de cor política "foi prejudicial" e aposta também em diferentes métodos para promover Milheirós. "Não é com uma festa da francesinha que se promove a terra… eu acho que com o prejuízo dessa mesma festa trazia cá o Quim Barreiros quatro vezes e promovia muito mais a terra".

A tarde e início de noite de sábado continuaram. Não com o Quim Barreiros, mas ao som de Serafim Carvalho e da Banda Sol Brilhante. Presidentes de outras freguesias, membros e simpatizantes do partido laranja deram um passinho de dança no Parque de Calvilhe.