Grupo de socialistas quer justificação dos responsáveis pela derrota do PS

0
117

 

Na véspera da tomada de posse do executivo camarário, um grupo de socialistas do secretariado do Partido Socialista (PS) da Maia e alguns dos secretários coordenadores das secções do partido da Maia veio publicamente manifestar o “profundo desagrado” pela decisão tomada por aqueles que entendem ser os responsáveis pela derrota do PS na Maia, nas últimas eleições autárquicas.

Num comunicado, subscrito pelo secretário coordenador de Gueifães, Hélder Ribeiro; o secretário coordenador do Castelo da Maia, Joaquim Lopes; o secretário coordenador de Pedras Rubras, Jorge Catarino e os membros do secretariado Joaquim Soares, Rogério Rocha e Raquel Catarino, os militantes socialistas afirmam que, sendo certo que nas últimas autárquicas o PS obteve a nível nacional a maior vitória de sempre e na Maia “averbou o pior resultado de que há memória”, isso “obriga a uma profunda reflexão sobre as causas de tamanho desaire”.

Acrescentam ainda na mesma nota, que “esperava-se que os principais responsáveis por tão pesada derrota, direcção da campanha e cabeças-de-lista à Câmara Municipal da Maia e Assembleia Municipal, se apresentassem perante o partido para se justificarem e o ouvirem, antes da tomada de posse nos órgãos autárquicos para onde foram eleitos”.

Os socialistas afirmam ainda que se “exigia que o secretariado reunisse e que se convocasse a Comissão Política onde prestassem contas e colocassem os lugares à disposição”. “A ética política assim o exigia”, acrescentam.

Recordando que nas eleições de 11 de Outubro os eleitores da Maia votaram maioritariamente no PSD, cumprimentam os vencedores, fazendo votos “para que exerçam um bom mandato em prol da Maia e dos Maiatos”.