Hélder Ribeiro é o novo presidente do PS da Maia (vídeo)

0
164

Hélder Ribeiro é o novo presidente da Comissão Política Concelhia da Maia do Partido Socialista (PS). A eleição decorreu no passado sábado, durante a tarde. O até agora secretário coordenador da secção do PS de Gueifães, obteve 326 votos contra os 210 conseguidos pela candidata da lista A, a ex-deputada da Assembleia da República, Paula Cristina Duarte.

No discurso da vitória, Hélder Ribeiro agradeceu a participação dos militantes na campanha eleitoral e de todos aqueles que fizeram parte das listas que foram submetidas a sufrágio e, “com grande emotividade”, endereçou um cumprimento especial aos que o apoiaram e a todos aqueles que acreditaram e acreditam que Hélder Ribeiro e a sua equipa são capazes de fazer melhor. “A todos aqueles que acreditam que somos capazes de fazer inverter o ciclo político na Maia e desse ponto de vista acho que só houve um derrotado: o poder instalado na Câmara Municipal da Maia, o PSD”. O líder do PS eleito reitera que é contra o PSD que o partido vai focalizar as suas energias. “É com essa concentração que vamos fazer o nosso trabalho futuro, com esta equipa, com todos os que estão ao nosso lado para inverter o ciclo político e para que, finalmente, o PS volte a ser poder na Maia”, acrescenta.

Hélder Ribeiro afirmou ainda que, agora o PS vai estar a funcionar “de maneira credível, honesta, de forma transparente”, vai focalizar-se no interesse dos cidadãos da Maia e não em interesses pessoais”. “Isso é uma garantia”, afirmou, acrescentando que o PS agora vai trabalhar “a uma só voz, em prol dos interesses da Maia, para organizar o PS para que este apresente um projecto em que os maiatos acreditem”. O primeiro passo logo depois da tomada de posse será “sempre” no sentido de “trabalhar, trabalhar e trabalhar” para um projecto em que os maiatos acreditem com um único objectivo: “combater o poder instalado na Câmara Municipal da Maia”, reiterou.

Paula Cristina Duarte saiu derrotada do acto eleitoral. Na sede do partido, onde falou a PRIMEIRA MÃO, a deputada municipal aproveitou para endereçar os parabéns a todos os militantes do PS que se envolveram na campanha eleitoral porque entende que são eles “os grandes vencedores”. “Fizeram uma escolha e eu só tenho que respeitar”, acrescentou, referindo continuar a ser “a mesma de sempre” e continuando a estar “disponível para o que o PS da Maia entenda e solicite”. Paula Cristina Duarte não deixou também de dar os parabéns aos vencedores. No entanto, lamenta o que se passou na secção de Pedras Rubras, onde, garante, “houve um conjunto de irregularidades, nomeadamente a suspensão de alguns militantes que não puderam votar, militantes com capacidade activa, com quotas pagas e que não puderam exercer o seu direito de voto”. A actual chefe de gabinete da presidente da Câmara Municipal da Trofa considera ainda que “não foram cumpridas as regras democráticas em alguns aspectos, nomeadamente em relação à suspensão dos militantes”, reiterou. Garantiu que não vai deixar o facto passar em branco porque está em causa a “violação dos estatutos, que são o livro máximo do PS”. “Vou apresentar um protesto e espero que as instâncias quer distritais quer nacionais actuem em conformidade para bem do PS e para bem, sobretudo, dos cidadãos que querem exercer os seus direitos e deveres enquanto militantes”, concluiu. A secção de Pedras Rubras já veio dizer que os cadernos eleitorais não são da sua responsabilidade, pelo que apenas cumpriram o que constava dos mesmos.

No mesmo dia decorreram também eleições para seis das sete secções do PS no concelho da Maia. Para a secção da Maia Luís Silva venceu as eleições com 39 votos, contra os 25 obtidos pela outra lista e para a de Gueifães venceu Hugo Campos, com 78 votos conta 52 conseguidos pela outra lista. Em listas únicas foram reconduzidos os secretários coordenadores de Milheirós, Susana Pinheiro, de Pedras Rubras, Jorge Catarino; do Castelo, Joaquim Lopes e de Barca, Rogério Rocha. As eleições para a secção de Águas Santas decorreram já no mês passado, elegendo Marco Martins como novo secretário coordenador.

Isabel Fernandes Moreira