Jaime Pinho pediu desculpa à Assembleia Municipal e renunciou a militância do JPP

0
287
foto de arquivo
- Publicidade -

No inicio da Assembleia Municipal de ontem à  noite, a Mesa presidida por Bragança Fernandes fez uma declaração  sobre a polémica do 25 de abril e os insultos proferidos pelo vereador Jaime Pinho em que repudia totalmente o seu teor e explicando que a Mesa da AM não se apercebeu dessas declarações insultuosas, caso contrário teria providenciado para as eliminar da transmissão do youtube. Algo que, explicou a 1ª secretária Márcia Passos, já foi tratado.

Mais ainda, foi informada a AM que Jaime Pinho dirigiu um e-mail com um pedido de desculpas ao presidente da Assembleia com o pedido de que fosse enviado por escrito uma copia a todos os deputados, mas a sua leitura não foi autorizada.

 

Também esta segunda-feira, dia 26, o JPP, partido de que o vereador Jaime Pinho é  militante, emitiu um comunicado em que repudia as declarações com insultos a deputados e informa que Jaime Pinho já renunciou à  militância  no Juntos Pelo Povo.

Aqui fica o comunicado do JPP:

“O Partido Juntos pelo Povo, vem, pelo presente, condenar, veemente, a linguagem imprópria, deselegante e ofensiva utilizada pelo Vereador da Câmara Municipal da Maia, eleito pelo JPP, no passado domingo, prévias às celebrações municipais do 25 de abril, que decorreram por videoconferência.

As pessoas que fazem parte do JPP são pessoas humildes, honestas, trabalhadoras e não é de seu apanágio a agressão ou a injúria pelo que condenamos qualquer tipo de violência, incluindo a verbal.

Assim, o JPP salienta que a reação do Vereador municipal da Maia merece repúdio pelo conteúdo e, sobretudo, pela forma, insultando o momento solene das comemorações do Dia da Liberdade e desrespeitando os próprios alicerces estatutários do JPP, não se coadunando com a conduta dos militantes deste partido nem com os mais elementares princípios éticos e morais que devem nortear a política, a atuação partidária e a conduta humana na sociedade.

O JPP informa ainda que, o Vereador Jaime Pinho já comunicou a decisão de renunciar à militância no Partido Juntos Pelo Povo”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Publicidade -