José Sócrates sentiu a “força” do PS em Santo Tirso

1
897

No sétimo dia de campanha, apesar da chuva e trovoada, foram muitos os militantes e apoiantes do Partido Socialista que se juntaram no centro da cidade de Santo Tirso para receber José Sócrates.
“Força”. Esta foi uma das palavras que o candidato a primeiro-ministro mais ouviu no concelho socialista. Sócrates retribuiu com palavras de agradecimento e com a promessa de lutar pela vitória a 5 de Junho. “Nunca senti tanta força como aqui em Santo Tirso, com a força que o povo me dá. O apoio de Santo Tirso resiste a tudo. Saio daqui com mais força, com mais ânimo, com mais vontade de honrar a tradição do grande partido do povo que é o PS. Vou lutar convosco pela vitória eleitoral”.

José Sócrates não esqueceu o “amigo” Castro Fernandes, presidente da Câmara de Santo Tirso, que o acompanhou nesta breve passagem pelo município. “Têm um dos melhores presidentes de câmaras de todos o país. Um orgulho e uma referência do PS”, sublinhou, referindo-se mais do que uma vez ao PS como um “partido popular” e em “crescendo”.

Como já tem sido habitual, José Sócrates voltou a responsabilizar o PSD pela crise política no país. “Eles pensaram que quando criaram esta crise política eram favas contadas. Eles pensaram nos seus interesses quando deitaram o governo abaixo. Eles não pensaram nos interesses do país, somaram a uma crise política as dificuldades económicas. Mas quando o povo percebe que um partido se esqueceu do povo, o povo não se vai esquecer desse PSD que criou uma crise política”, acusou.

Num apelo ao voto, o candidato do PS alertou para a necessidade de “defender Portugal”, e recuperou uma velha frase de campanha: “Quanto mais a luta aquece, mais força tem o PS”.
Antes de Santo Tirso, José Sócrates esteve também em terreno socialista, no concelho da Trofa, onde foi recebido por centenas de apoiantes e militantes.

Fernanda Alves

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.