Luís Cândido "renova" mandato por mais quatro anos

0
124

É a maior freguesia do concelho da Maia no que diz respeito a dimensão do território, mas a que menos apoio recebe. A queixa parte de Luís Cândido Sousa, que renovou o mandato para o quadriénio 2009-2013 à frente da Junta de Freguesia de Folgosa. O autarca nas últimas eleições autárquicas arrecadou 52,7 por cento dos votos e conseguiu eleger cinco elementos, contra quatro do PS, da lista encabeçada por Carla Dias.

"Bastante sensibilizado" com o grande número de presenças na primeira reunião da Assembleia de Freguesia de Folgosa, Luís Cândido começou por agradecer a todos os presentes, "que são a prova de que nestas coisas não podemos vacilar". Num discurso marcado pela emoção, Luís Cândido parte para o terceiro mandato à frente da freguesia "profundamente agradecido por todos aqueles que marcaram presença na junta nestes últimos anos". Não deixou de lado a oposição e foi para outras cores políticas que deixou "uma palavra amiga". Salientou que "é graças à oposição que houve democracia no acto eleitoral". Acrescentou também que a oposição pode ver na figura do presidente "um amigo".

Durante a cerimónia de tomada de posse, Luís Cândido anunciou "uma decisão que já devia ter sido tomada há quatro anos atrás": demitiu-se da direcção do Folgosa da Maia Futebol Clube, depois de mais de 20 anos à frente da colectividade. Uma decisão tardia, no entender de Luís Cândido, uma vez que "se tivesse tomado a decisão há quatro anos atrás, teria evitado ouvir os comentários pouco abonatórios que ouvi, quer para a minha pessoa, quer para o clube, quer para a Junta de Freguesia". No entanto, deu a entender que vai continuar ligado ao clube, ao confessar que a colectividade "pode contar comigo para garantir o futuro do nosso clube".

"Serei o presidente de todos os folgosenses sem excepção". Luís Cândido garantiu que "vai dar o melhor" para "tudo fazer por Folgosa". E como medidas imediatas, o recém-empossado presidente considera urgente a intervenção na Rua Central da freguesia, que está "num estado lastimável". Outra das prioridades passa pelo "dossier cemitério", que o autarca considera ser "a desgraça” do seu antecessor. "Quando o cemitério vem à baila, ficamos com uma pedra no sapato", acrescentou. Para resolver o problema, Luís Cândido dirigiu-se ao vice-presidente da Câmara da Maia, Silva Tiago, em quem depositou a confiança para ultrapassar um problema "com 10 anos". A terceira prioridade, "e a mais importante", considerou Luís Cândido, prende-se com os apoios à freguesia de Folgosa, "desproporcionais em relação aos grandes centros", já que é a freguesia "que menos dinheiro recebe da autarquia". Prioridades apontadas, Luís Cândido já começou a trabalhar para o terceiro mandato à frente da Junta de Freguesia de Folgosa.

Executivo

Presidente Luís Cândido Sousa

Secretário Vítor Ramalho

Tesoureiro Juliana Sousa

Mesa da Assembleia:

Presidente Luciano Ferreira

1º Secretário José Azevedo

2º Secretário Delfina Romariz