Maia é um dos municípios da AMP com mais candidaturas empresariais a fundos comunitários

0
286
Tecnologia
- Publicidade -

O Porto é o município onde as empresas mais aderiram às candidaturas do acordo de parceria Portugal 2020, com 187 projetos aprovados, logo a seguir estão Vila Nova de Gaia, com 92 projetos, Matosinhos, com 79, seguindo-se a Maia, com 66 candidaturas aprovadas.

Os 66 projetos de empresas da Maia, no âmbito do instrumento financeiro NORTE 2020, apresentam  um volume de investimento elegível global na ordem de 19 milhões de euros.  Deste montante, os fundos aprovados ascendem a quase nove milhões, isto é, a cerca de 47 por cento de comparticipação das verbas comunitárias.

No município da Maia, candidataram-se mais de meia centena de empresas, apresentando candidaturas muito diferenciadas, consoante o a dimensão da respetiva empresa, que variam nos valores do investimento elegível de 10.500 euros até 2,6 milhões.

As áreas de negócio das candidatas maiatas também são diversificadas, desde têxtil passando pela informática, formação, tecnologias industriais e multimédia, serralharia, mobiliário, higiene, ou ainda serviços de consultoria em variadas áreas.

O que levou cerca de 34% das empresas a procurarem estes apoios foi o interesse em obter verbas para se lançarem na internacionalização (da empresa ou do produto) e em melhorar a competitividade com vista ao aumento das exportações.

A motivação de 13% das candidatas foi a implementação de sistemas de Qualidade. As restantes empresas procuram apoios para objetivos diversos como introdução de novos produtos, inovação tecnológica e desenvolvimento de website.

António Tiago, vice-presidente da Câmara da Maia, adianta mesmo que “a Maia é o primeiro município no que respeita a volume global de negócios, o que é muito relevante para o concelho”. A autarquia sempre foi potenciadora do tecido empresarial, sublinhou ainda o autarca, dando como exemplo o apoio que tem concedido à Associação Empresarial da Maia.

António Tiago defende que, tendo em conta a forte componente empresarial nos fundos comunitários do Portugal 2020, “as empresas devem posicionar-se para poderem melhorar a sua performance em termos de criação de riqueza e de valor, que é para isso que elas existem. A Câmara e a AE Maia devem ser as entidades facilitadoras e potenciadoras disso mesmo”.

AMP

O NORTE 2020 (Programa Operacional Regional do Norte 2014/2020) é um instrumento financeiro de apoio ao desenvolvimento regional do Norte de Portugal, integrado no Acordo de Parceria PORTUGAL 2020 e no atual ciclo de fundos estruturais da União Europeia destinados a Portugal.

No que respeita aos números da Área Metropolitana do Porto (AMP), a números de 8 de março, a região já conta com 809 projetos aprovados, significando um investimento elegível de 499 milhões de euros, a que o NORTE 2020 concedeu o apoio de 263 milhões.

- Publicidade -