Maiato Ângelo Miguel quer um “autarca JP” em cada concelho

0
302
- Publicidade -

Realizou-se no dia 8 de março, o VIII Congresso da Distrital do Porto da Juventude Popular, em Paredes.

Os jovens populares do distrito do Porto debateram a moção Um Porto de Força, subscrita por Ângelo Miguel, e que foi aprovada por maioria. Foi sufragada a única lista candidata a votos e o resultado foi claro, os congressistas acreditam n’ Um Porto de Força.

O maiato Ângelo Miguel, de 23 anos, é um rosto conhecido na Juventude Popular, foi presidente da JP Maia, de 2014 a 2016, tendo no seu primeiro mandato alcançado o distinto prémio de melhor concelhia nacional.

Em 2015, o jovem tornou-se vice presidente da Distrital do Porto e Secretário-Geral Adjunto (Norte) da Comissão Politica Nacional da JP e, em 2016, vice presidente do CDS Maia (estes dois últimos cargos ainda exerce atualmente).

Depois da tomada de posse dos órgãos eleitos a sessão de encerramento contou com a presença de Francisco Rodrigues dos Santos, presidente da Juventude Popular; e de Cecília Meireles, vice presidente do CDS-PP e deputada da Assembleia da Republica.

No seu discurso, o novo líder do Distrito referiu a intenção clara de fazer crescer a representatividade da JP nos órgãos de poder local, assumindo o objectivo de eleger pelo menos um “autarca JP” em cada concelho.

Angélica Santos

- Publicidade -