Manifestação convocada para 15 de março na defesa da linha do metro até à Trofa

0
481
metro Maia

O movimento cívico “Metro para a Trofa já” convocou para 15 de março uma manifestação que pretende mobilizar milhares de pessoas num percurso entre Castelo da Maia e Muro, exigindo a instalação da linha do Metro.

Esta quinta-feira, reúnem-se os presidentes das Juntas de Freguesia do Muro (Trofa) e do Castelo da Maia (Maia) para acertar pormenores quanto à organização desta manifestação que promete encher de pessoas a Estrada Nacional 14.

O presidente da Junta de Freguesia do Muro, José Fernando Martins, explicou à agência Lusa que a iniciativa pretende encher de pessoas a Estrada Nacional 14, nos dois sentidos, para reclamar “o direito de receber a linha do metro”.

A população local viu a linha do comboio que servia a freguesia ser suprimida com a promessa de instalação da linha do Metro, o que nunca veio a concretizar-se, facto que a fez sentir-se “duplamente penalizada” pela decisão administrativa do Governo de então.
Responsável pelos contactos e preparação da iniciativa, o autarca explicou que a sua participação “decorre do facto de o Muro ser a primeira freguesia do concelho prevista para receber o Metro e a que mais foi prejudicada com este processo”.

Como a freguesia do Castelo da Maia também só é servida pelo metro até ao ISMAI, metade do previsto inicialmente, o responsável pela Junta de Muro quer atrair também os maiatos para a manifestação.

Esta quinta-feira as duas juntas de freguesias reúnem para “tratar de aspetos da organização do evento” que “deverá estender-se por cerca de duas horas”, deixando a organização a cada um “a forma como cumprirá o percurso”, refere o autarca José Fernando Martins.

A intenção do prolongamento do Metro à Trofa, inicialmente denominada por Linha T, existe desde 1999 com término na Estação da Trofa, sendo aproveitado o canal de Comboio existente (Linha Porto – Guimarães).