Milheirós já mudou de cor

0
120

Milheirós foi, a par de Águas Santas, uma das freguesias que mudou de cor política. Vítor Fontes, que tomou posse na passada sexta-feira à noite, ocupa agora o lugar deixado vago por Mário Gouveia, derrotado nas últimas autárquicas e substituído por Susana Pinheiro na candidatura à Junta de Milheirós. A socialista acabou por averbar também uma derrota, separada da candidatura de Vítor Fontes por 10 pontos percentuais. O PSD conseguiu 48,5 por cento dos votos, contra 38,7 dos socialistas. O resultado das eleições traduz-se em cinco elementos do PSD a ocupar a Assembleia de Freguesia e quatro dos socialistas.

Na primeira reunião da Assembleia de Freguesia de Milheirós ficou a conhecer-se o executivo que acompanhará Vítor Fontes na condução dos trabalhos para os próximos quatro anos. O recém-eleito presidente vai ser acompanhado por António Teixeira no lugar de tesoureiro, e será secretariado por Maria Adélia Dias. Ocupa o cargo de presidente da Mesa da Assembleia José Manuel Nunes, secretariado por Nuno Oliveira e Rita Maia.

 

É intenção de Vítor Fontes começar já a trabalhar, e nos planos do presidente eleito já está um centro de saúde, assim como a requalificação do Monte da Cuca, "que está a dar uma imagem muito má da freguesia", revela Vítor Fontes. Depois da tomada de posse, o autarca sente-se satisfeito com o resultado, que não tem um sabor especial por ter sido uma junta "roubada" ao ex-candidato socialista à Câmara da Maia. "Estou satisfeito porque sou de Milheirós, nada mais. Sou amigo do anterior presidente. Não lutei contra ninguém, a luta foi por mim", sublinha Vítor Fontes.

Executivo Junta de Freguesia

Presidente: Vítor Fontes

Secretária: Maria Adélia Dias

Tesoureiro: António Teixeira

Mesa da Assembleia

Presidente: José Manuel Nunes

1º Secretário: Nuno Oliveira

2º Secretário: Rita Maia