Nova concelhia do PS já tomou posse

0
161


A nova Comissão Política Concelhia da Maia do Partido Socialista (PS), liderada por Hélder Ribeiro (imagem), tomou posse, na quinta-feira da semana passada. Nesta primeira reunião, o novo presidente da concelhia apresentou uma proposta para o secretariado, que foi aprovada por 30 votos a favor, duas abstenções e 18 votos contra. O secretariado eleito é composto por Jorge Catarino, Hugo Campos, Olga Barbosa, Paulo Rocha, Daniel Teixeira, Manuela Azevedo Santos, Paulo Ferreira, Octávio de Sousa e Silva, Maria Manuel Ramos, Paulo Rodrigues, Rogério Rocha, Mónica Maia Monteiro dos Santos, Nuno Linhares, Martins Carvalho, Carla Rocha Sá, Joaquim Lopes, António Espojeira, Ana Ribeiro e Gabriel Almeida. A este grupo ainda se junta a Juventude Socialista (JS) que tem lugar por inerência. Já por unanimidade foi aprovado o regimento da Comissão Política Concelhia.

A ordem de trabalhos contemplava ainda tempo para o debate político. Foram várias as temáticas analisadas pelos socialistas, com destaque para a questão das portagens nas SCUT’S (Sem Custos para o Utilizador). Nesta matéria, dizem os socialistas em comunicado, “ao contrário das acções populistas e irresponsáveis que a posição do PSD Maia reflecte, ignorando o interesse nacional num contexto de dificuldades que o país atravessa”, a posição do PS Maia segue a mesma linha da distrital do partido. Sendo assim, a haver portagens, o PS defende que a sua instalação “terá de abranger o todo nacional e não só na região norte, respeitando-se assim sim o princípio da solidariedade nacional”.
Considera ainda o PS da Maia que deverá haver uma discriminação “positiva” no valor a pagar em cada região, “que permita que regiões mais ricas possam pagar mais e regiões mais pobres menos”. Por último, dizem “não ser aceitável” que para circular dentro do mesmo município se paguem portagens.

IFM