Novas instalações da Polícia Municipal na Maia

0
318
foto de arquivo
- Publicidade -

 

Maia vai ter primeira esquadra Passive House de Portugal.

O projeto da nova esquadra da Polícia Municipal da Maia está a ser elaborado segundo os rigorosos critérios da Certificação Passive House. A esquadra irá ocupar um edifício a ser reabilitado na Rua Eng. Duarte Pacheco e será a primeira do país a ter este selo.

A certificação Passive Hoje significa que o imóvel é projetado e construído segundo um padrão de elevado desempenho e eficiência energética, qualidade do ambiente interior e ao mesmo tempo economicamente acessível e sustentável.

Este é o mais elevado padrão de eficiência energética a nível mundial com poupanças energéticas da ordem dos 75% em comparação com os edifícios convencionais, correspondendo inteiramente à definição do NZEB – Nearly Zero Energy Building (edifício com necessidades quase nulas de energia).

Numa Passive House há uma redução drástica das emissões de CO2, devido ao seu elevado desempenho energético, e as baixas necessidades de energia são facilmente supridas por fontes renováveis de energia.

António Silva Tiago, presidente da Câmara Municipal da Maia, sublinha a importância deste projeto: “a 1ª Esquadra Passive House de Portugal dá continuidade à política de inovação do município e também à aposta estratégica de descarbonização do território, a caminho do balanço neutro de carbono”.

“Ao mesmo tempo – conclui António Silva Tiago – vamos construir um equipamento estrategicamente localizado e que dará resposta às necessidades dos munícipes”.

O projeto da nova esquadra da Polícia Municipal da Maia está a ser desenvolvido pelo atelier Sete Sete Nove, Arquitetura & Design, gerido pelo arq. José Castro Silva em parceria com o arq. José Carlos Macedo.

A primeira esquadra Passive House do país irá ocupar as antigas instalações da Junta Autónoma de Estradas (atuais Infraestruturas de Portugal) na Rua Eng. Duarte Pacheco.

Pode conhecer aqui mais do conceito Passive House:

- Publicidade -