Núcleo do PSD de Águas Santas / Pedrouços renovado (vídeo)

0
235

Um mandato de renovação e de aposta nas novas tecnologias. Foi assim que Manuel António Ferreira idealizou os próximos dois anos à frente do núcleo do PSD de Águas Santas / Pedrouços. A tomada de posse foi no passado sábado e os resultados já começaram a aparecer. Apresentou uma equipa jovem e renovada e um blogue do núcleo.

Manuel António Ferreira deu então posse aos novos elementos da sua equipa. Uma direcção com gente nova que nunca fez parte de nenhuma comissão política. “Penso que é uma das formas de ir renovando gradualmente as comissões políticas. Deve haver sempre gente a sair e gente a entrar. Foi essa uma das formas que eu encontrei para renovar, convidando gente nova, gente com valor”, justificou.

Gente nova em idade e com pouca experiência política, acrescentou. Foram essencialmente pessoas que trabalharam com o núcleo durante as campanhas eleitorais para as duas juntas de freguesia, que o PSD venceu. “Achamos que era a hora indicada para entrarem para comissão política do partido”.

O líder local acredita que é “uma nova esperança” para dar continuidade ao núcleo. “É importante ter gente que seja capaz de renovar e dar uma nova imagem à política, sobretudo demonstrando uma política de proximidade com os militantes”.

E é a pensar nessa proximidade que apresentou duas ideias essenciais para este mandado de dois anos. O primeiro passa pela aposta na formação política dos militantes. “Penso que é isso que continua a faltar nos partidos políticos, acho que sem formação nada se faz”, afirma.

O presidente do núcleo de Águas Santas / Pedrouços, quer também fazer uma aposta num núcleo diferente, “que não faça do poder obsessão”, e que seja um espaço permanentemente aberto à sociedade. Neste sentido, apresentou uma novidade: a criação de um blogue do núcleo, “o que permite uma maior interactividade”. “Vamos tentar sempre dinamizá-lo passando a nossa mensagem e recolhendo sugestões para vida do núcleo que é fundamental nesta altura”.

Outro projecto em mente passa pela renovação da sede do núcleo. Uma ambição que sabe não ser fácil. “É muito difícil porque pelos regulamentos do partido o núcleo não tem capacidade financeira, e neste sentido estamos completamente limitados ao que os membros da comissão política conseguem juntos dos membros e militantes dentro do partido”.

O presidente do núcleo gostava também de ver revitalizado o núcleo da JSD. Manuel António Ferreira já teve a oportunidade de falar com o presidente da concelhia da JSD e lançou-lhe o desafio. “Agora aguardo a resposta. Sei que tomaram posse há pouco tempo, mas acho que eles estão a pensar seriamente nisso. Sem juventude o partido não consegue, portanto é o futuro que está em causa”, afirmou o dirigente.

No final do discurso, Manuel António Ferreira falou na necessidade de unir o partido em torno da liderança de Pedro Passos Coelho. União foi uma expressão que acabou por ser comum às restantes intervenções feitas, nomeadamente do vice-presidente da concelhia da Maia do PSD, Marques Gonçalves, e do presidente da Assembleia da Secção da Maia, Paulo Ramalho.

Como já se conhecem desde os tempos da JSD, o presidente da Assembleia Distrital do Porto do PSD, Agostinho Branquinho, não deixou de tecer alguns elogios ao líder do PSD de Águas Santas / Pedrouços. “É uma pessoa como grande capacidade de entrega e dádiva”. Depois, apontou a importância dos núcleos que são vistos como a primeira linha de combate para responder à comunidade e aos problemas locais. Branquinho voltou a falar da necessidade de uma revisão constitucional frisando que “na aproximação dos eleitos com eleitores as leis tem de ser modificadas para lutar contra uma justiça de duas caras, uma para os ricos e outras para os pobres”.

Isabel Fernandes Moreira