Paula Cristina Duarte formalizou candidatura à concelhia “rosa”

0
211

Já está apresentada a candidatura de Paula Cristina Duarte à liderança da concelhia da Maia do PS. O palco escolhido para a apresentação foi o restaurante Miramaia, no centro da cidade. Presentes estiveram várias figuras da vida socialista maiata, como o primeiro vereador eleito pelo PS à Câmara da Maia, Mário Gouveia, e os presidentes das duas juntas de freguesia socialistas "sobreviventes" na Maia, Alberto Monteiro, de Gueifães, e Francisco Ferreira, de Gondim. Entre outros ex-candidatos a juntas e membros do actual executivo camarário e da Assembleia Municipal, o restaurante maiato ficou rapidamente preenchido e pequeno para todos os que queriam mostrar apoio à candidata Paula Cristina Duarte.

Porquê um jantar e não uma "simples" comunicação? Paula Cristina Duarte justificou: "Acho que a política também se faz de afectos e de simbolismos, e num jantar as pessoas conseguem confraternizar, algo que há muito que não acontecia no Partido Socialista da Maia".

O jantar serviu para reforçar os dois pilares em que Paula Cristina Duarte quer assentar uma "mudança tranquila" para os socialistas maiatos. O repasto foi o ponto de partida para uma reorganização do partido. A candidata asseverou que "o partido não precisa de organização, pois já está organizado com secções", mas "precisa de se envolver com a sociedade civil, com as colectividades e com as associações, porque só assim é que conseguimos levar a nossa mensagem ao povo da Maia, uma cidade que é socialista em todas as eleições menos nas autárquicas".

"Chegou a hora de mudar". Palavras de Paula Cristina Duarte no pontapé de saída para a candidatura da liderança da concelhia. O optimismo foi uma constante no discurso da candidata. "Todos juntos vamos conseguir mudar aquilo que tem sido feito". Segundo a autarca, há mais de 14 anos na Assembleia Municipal da Maia, "o PS nesta cidade está há 30 anos com as mesmas pessoas e com as mesmas ideias" e precisa de "ser uma alternativa credível para a população da Maia".

A "mudança tranquila" de Paula Cristina Duarte vai ser feita "com todos os militantes". "Não sou uma candidatura de facções, sou eu própria que me apresento aos eleitores da Maia", esclareceu a candidata à concelhia socialista. E elencou os apoios: "Estão comigo Mário Gouveia e Luís Rothes, que estiveram nas últimas eleições internas do Partido Socialista. Os dois candidatos são meus apoiantes e os apoiantes deles também são meus apoiantes", afirmou.

Agora, é tempo de dizer "basta", segundo Paula Cristina Duarte. "Este partido já sofreu muitas vicissitudes por causa de pensar naquilo que é acessório e não naquilo que realmente deve concentrar todas as suas forças". A candidata socialista reafirmou o optimismo e pensa que "esta é a candidatura da união e vamos sair vitoriosos".