“Portugal está a fazer tudo bem para corrigir as suas contas”

0
210

“Portugal está a fazer tudo bem para corrigir as suas contas e está com esta atitude a dar um excelente exemplo de seriedade ao mundo económico-financeiro”. Esta foi uma das principais mensagens que o eurodeputado do CDS/PP, Diogo Feio, transmitiu num debate sobre “O Futuro da Europa”, que a Juventude Popular da Maia organizou recentemente.

O eurodeputado salientou que “Portugal ainda é um país onde é difícil criar riqueza em comparação com outros Estados membros” e apontou, como uma possível solução a harmonia fiscal. Na opinião de Diogo Feio, o Euro não está a passar por uma crise, indicando, sim, a existência de uma crise de administração do Euro em que talvez a principal saída seja não enfraquecer a moeda mas, ao invés, fortalecê-la cada vez mais”. Para começar, defende uma maior proximidade dos governos de cada país com as instâncias de decisão da EU. Por exemplo, os ministros das Finanças da zona Euro devem reunir com uma maior frequência em detrimento dos dois encontros anuais.

No debate esteve ainda o docente da Universidade Fernando Pessoa, Paulo Vila Maior, que advogou que a sobrevivência da UE passa principalmente por todos alinharem prioridades, “coisa que não se tem feito”. A Grécia foi apontada como “o início do contágio”, relembrando que os governos deste país falsearam a existência de défices excessivos” durante anos.