Prozis instala centro de investigação na Maia e cria mais de mil postos de trabalho

0
652
- Publicidade -

A Prozis apresentou, no dia 19, o novo espaço empresarial que está a instalar na Maia, com uma atividade centrada na Praça Doutor José Vieira de Carvalho, intitulada “Around The World”.

Quem passou à hora do almoço da passada quarta-feira, em frente aos Paços do Concelho, certamente não ficou alheio ao insuflável gigante “Around The World”, numa demonstração do tipo de desafios que a empresa costuma realizar em várias cidades do país. Este tipo de insuflável foi uma estreia da Prozis, que desta maneira quis chamar a atenção dos maiatos para o futuro centro de investigação e escritórios, que deverá abrir no início do próximo ano na Maia.

Em conferência de imprensa, o presidente da Câmara da Maia e o CEO do Prozis Group explicaram a nova aposta, que evidencia o grande crescimento da empresa criada por Miguel Milhão há 11 anos, com sede em Esposende.

O novo centro de investigação e desenvolvimento representa um investimento do grupo de 15 milhões de euros previstos serem aplicados nos próximos 24 meses. Uma grande mais-valia para o concelho é a criação de mais cerca de 1200 novos postos de trabalho qualificados. O processo de recrutamento já começou para os primeiros 300 lugares, sobretudo nas áreas da programação e dos sistemas informáticos.

Com localização na zona industrial, em Moreira da Maia, junto ao Parque de Ciência e Tecnologia da Maia, beneficia de boas acessibilidades e será implementada num edifício único com uma área total de 14.500 metros quadrados.

Miguel Milhão explicou que é vontade da empresa “ficar no Norte, pois a sua dinâmica adequa-se ao espírito da empresa”. Assim, “após uma pesquisa junto ao centro metropolitano do Porto, considerando a forma como a Câmara Municipal da Maia nos recebeu, entendemos que era o local ideal”, acrescentou Miguel Milhão.

A unidade a instalar na Maia será exclusivamente dedicado à investigação e desenvolvimento, esclareceu o fundador da Prozis: “o nosso modelo de negócio é desenvolver sempre muitos produtos diferentes, continuar o improvement dos produtos, desenvolver serviços, o que exige grande foco na investigação”.

Uma “atitude inteligente de Prozis Group que escolheu a Maia para se instalar”, foi assim que António Silva Tiago enalteceu a opção do grupo empresarial de instalação de uma unidade na Maia, afinal, “um centro, uma cidade de negócios, que tem que dar resposta às oportunidades que fervilham no concelho”. Foi esse empenho que o autarca diz que foi colocado nas reuniões que a autarquia manteve desde março com os responsáveis por esta empresa.

De acordo com uma nota da autarquia, “entre os fatores magnéticos que encontraram na Maia e que lhes foram demonstrados ao longo das conversações através do Maia Go, pelo Presidente da Câmara Municipal, contam-se argumentos como: urbanismo e oferta habitacional de qualidade; educação de excelência; 15 mil pessoas por dia a praticar desporto nas infraestruturas desportivas do Município da Maia; boas acessibilidades, vias de comunicação rápidas e transportes multimodais; proximidade ao aeroporto Francisco Sá Carneiro; ambiente sustentável; 11,2m2 por habitante de espaços verdes, parques e jardins; oferta cultural, recreativa e de animação diversificada; serviços de saúde, públicos e privados, com múltiplas possibilidades de escolha; políticas locais favoráveis ao investimento e empreendedorismo”.

Prozis tem o foco na tecnologia e baseia-se na divisa “Excede-te a ti próprio!”

- Publicidade -