PS Gueifães apresenta candidato à Junta de Freguesia

0
142

Fora de portas, pelas ruas, num primeiro contacto com a população. Foi esta a forma escolhida pelo candidato pelo Partido Socialista (PS) à Junta de Freguesia de Gueifães para fazer a sua apresentação pública. Hélder Ribeiro esteve acompanhado por alguns dos elementos que fazem parte da sua lista, uma lista que, afirma, “foi a única que se apresentou a sufrágio dos militantes.

Recorde-se que o processo de escolha do candidato socialista a esta junta de freguesia, na posse do PS, tem sido motivo de controvérsia entre a Comissão Política Concelhia e a Secção local. O PS Maia seguiu as decisões tomadas em congresso no sentido de reconduzir os presidentes de câmara e de junta.

Mas a secção teve um entendimento diferente. “A nossa lista é a única que apareceu a sufrágio dos militantes, por um lado por afirmação minha e das pessoas que estão na candidatura e, na mesma medida, por estímulo desses mesmos militantes”. Hélder Ribeiro acrescenta ainda que foram os próprios militantes que foram dando vários sinais, ao longo do tempo, “de que era preciso uma nova equipa e mais energia”. “E é com esse estímulo, com essa motivação e com essa responsabilidade que nos depositaram que nós avançamos”. O secretário-coordenador garante ainda que não é uma candidatura contra ninguém. É sim, uma candidatura “por Gueifães”.

Garante que localmente tentam implementar as indicações da estrutura nacional, no entanto, o dinamismo do partido “obriga a algumas adaptações caso a caso”. No caso de Gueifães, “há uma única lista que foi sufragada com uma esmagadora maioria de votos, que é a lista que eu encabeço”. Hélder Ribeiro garante que dialogou com Alberto Monteiro. “Não houve rupturas nem distanciamentos entre nós e continuamos a ser militantes do mesmo partido”.

De forma simbólica concentraram-se junto à Escola E/B 2,3 de Gueifães porque “foi aqui que nos motivaram para este desafio” e seguiram em direcção ao largo da Junta de Freguesia de Gueifães, passando por algumas artérias para se mostrarem, para as pessoas ficarem a conhecer o programa e as pessoas.

Se for eleito propõe-se tomar medidas. “Queremos acabar com as ruas sem passeios e os pisos degradados, queremos dotar a freguesia de mais espaços de lazer e mais zonas verdes; queremos criar condições para que haja centros de dia e de internamento para idosos acamados e eventualmente, dentro das possibilidades da junta, criar linhas de apoio a famílias com problemas económico-financeiros e na área cultural, porque não começar dotar a freguesia com um coreto para podermos desfrutar da nossa Banda Marcial”.

Isabel Fernandes Moreira