PSD quer adiar eleições Autárquicas e o PS discorda

0
177
foto J Gomes

O PS recusa adiar as autárquicas por 60 dias, como pretende o PSD. Em conferência de Imprensa, o secretário-geral-adjunto José Luís Carneiro acusou Rui Rio de estar preocupado com “as dificuldades internas do seu partido”.

O PS não está disponível para adiar as eleições autárquicas mas admite aperfeiçoamentos ao sistema de voto, como vai propor, por exemplo, PAN e Iniciativa Liberal.

“Rui Rio está mais preocupado em encontrar soluções para as dificuldades internas do seu partido do que propriamente com o decurso natural dos atos eleitorais”, acusou o secretário-geral adjunto do PS. José Luís Carneiro, falava hoje, momentos após o anúncio do projeto de lei do PSD que pretende adiar por 60 dias as eleições autárquicas. Por lei, ao to eleitoral tem que ocorrer entre 22 de setembro e 14 de outubro.

Para José Luís Carneiro, adiar as eleições iria, por exemplo, colocar as autarquias em gestão corrente, uma vez que atiraria para o início do ano a elaborações dos orçamentos.

E adianta que se as autárquicas ocorresse entre novembro e dezembro, como pretende o PSD, iriam coincidir com a discussão do Orçamento do Estado para 2022. Neste caso, o PS receia que se criaria ruído à volta de um “instrumento fundamental da gestão do país”.