Silva Tiago defende estratégia preventiva do surto concertada a 17 na AMP

0
366
corona vírus

O presidente da Câmara da Maia, António Silva Tiago, quer que a Área Metropolitana do Porto (AMP) faça uma reunião “urgente” para definir uma “estratégia concertada a 17” de combate ao surto de Covid-19.

“Penso que é fundamental concertar medidas pró-ativas para responder a esta situação de emergência. A câmara municipal já tomou medidas e sei que outros colegas e outros municípios também o fizeram, mas existem muitos eventos que são de caráter metropolitano e arrastam pessoas de vários concelhos. Julgo que devemos definir uma estratégia a 17 municípios”, disse, à agência Lusa, António Silva Tiago.

Já em comunicado, a Câmara da Maia, no distrito do Porto, sugere “uma estratégia unificada intermunicipal de combate à Covid-19” e adianta que, “para tal, irá promover contactos com os demais presidentes de câmara” e vai propor “a realização de uma reunião urgente do Conselho Metropolitano do Porto”.

“Face à emergência da situação, e com a circunstância e responsabilidade de ter no seu território o segundo maior aeroporto do país, a Câmara Municipal da Maia avança já com medidas preventivas de combate à epidemia, suspendendo eventos e encerrando serviços municipais”, continua a nota camarária, que já publicamos no Primeira Mão online.

Os residentes nos concelhos de Felgueiras e Lousada, no distrito do Porto, foram aconselhados a evitar deslocações desnecessárias.