Silva Tiago reuniu com Rui Moreira

0
130
Silva Tiago e Rui Moreira_Imagem Miguel Nogueira

O autarca da Maia, o social-democrata António da Silva Tiago, foi a mais recente visita a entrar na Casa do Roseiral com vista privilegiada para o Douro (Porto).

O presidente da Câmara da Maia foi recebido pelo colega do Porto, Rui Moreira, tendo os dois trocado impressões relativamente a assuntos comuns aos dois municípios da Área Metropolitana do Porto, como questões relacionadas com a Mobilidade.

A reunião decorreu durante o almoço, oferecido por Rui Moreira, no ambiente sossegado dos Jardins do Palácio de Cristal.

De acordo com a informação da Câmara do Porto, os dois autarcas abordaram na conversa de trabalho temas sobre Mobilidade, que tocam os dois concelhos.

É mais um encontro com autarcas mantido por Silva Tiago, que recentemente havia reunido com a presidente da Câmara de Matosinhos.

Nesta reunião com Rui Moreira terão sido abordados, entre outros problemas, a proibição de circulação de pesados na VCI, recomendação feita no início da semana por Rui Moreira ao governo, e a reclamação de que Silva Tiago tem vindo a fazer eco nos últimos meses do excesso de portagens em volta do concelho da Maia.

Recordamos que Rui Moreira defendeu no início da semana numa recomendação ao governo que seja de imediato proibido o tráfego de pesados na Via de Cintura Interna (VCI), isentando esse tipo de veículos de portagens na A41 (Circular Regional Externa do Porto – CREP).

No documento o município do Porto afirma que, com as empreitadas de expansão da rede de metro, se antecipa um agravamento significativo do cenário atual naquela via, que é já de si negativo e penalizador para a invicta.

E, por seu turno, o presidente da Câmara da Maia, assinou um artigo de opinião no JN com o título “Utilidade da Via Norte perdeu o sentido”.

O maiato afirma que “o estrangulamento da Via Norte é, hoje, um gravíssimo problema com impactos ambientais e económicos difíceis de calcular”, sendo “justo e urgente” retirar as portagens da A41 para “desanuviar o trânsito na Via Norte”.