Sistema intermodal Andante é alargado a 165 percursos

0
361
- Publicidade -

O sistema intermodal “Andante”, que permite viajar em vários tipos de transportes públicos no Grande Porto, surge desde o passado dia 23 de setembro, com 36 novas linhas e três novos operadores, perfazendo agora, um total de 165 percursos.

O acordo que determina o alargamento do “Andante”, com 36 novas linhas somadas às 129 já existentes, e ainda com três novos operadores, que se juntam aos 11, num total de 14, foi assinado com o Ministro do Ambiente, José Pedro Matos Fernandes, que “perspetiva melhorar a qualidade de vida da população com a integração de todas as linhas de transporte público, que servem a Área Metropolitana do Porto, no sistema intermodal”.

Foi ainda anunciado o protocolo entre os transportes Intermodais do Porto e a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) que irá desenvolver uma nova aplicação para telemóvel, denominada de “Mobile Ticketing”, que visa ajudar os utentes, permitindo-lhes validar as suas viagens com um cartão virtual, além de lhes fornecer informação sobre horários e preços.

Assembleia Municipal aprovou moção de apoio

Da última Assembleia Municipal da Maia, em 30 de setembro, saiu a aprovação de uma moção de apoio “às medidas anunciadas de alargamento do título Andante a outros transportes”. No documento é aproveitada a oportunidade para “reclamar a criação de um passe intermodal social aplicável a todos os operadores de transporte coletivo da Área Metropolitana do Porto”.

Na moção, os deputados maiatos não deixaram de alertar que consideram necessárias ainda outras iniciativas reivindicativas para “repor transportes (como a linha de Leixões para passageiros), a continuação do metro para a Trofa e outras que melhorem efetivamente a acessibilidade”.

O documento foi enviado ao Presidente da República, ao primeiro-ministro, ministro do Planeamento e Infraestruturas e ainda aos grupos parlamentares.

- Publicidade -