Vila Nova da Telha num tempo de modernidade

0
398
- Publicidade -

Vila Nova da Telha é uma freguesia que se apresenta com história ligada à produção da telha, que evoluiu para os dias de hoje numa zona industrial muito diversificada. Mantém espaços de interesse patrimonial, como solares e casas senhoriais bem conservados, a par de novas instalações urbanas, como parques infantis e espaço público bem cuidados.

A par de áreas de desenvolvimento como o Aeroporto, instalado em grande parte do território desta freguesia, existem instalações sociais de relevo para todo o concelho e terras vizinhas, como a sede da APPACDM e A Causa da Criança.

Quando tomou conta dos destinos do território, Joaquim Azevedo, que encabeçou uma lista independente, deu prioridade à intervenção na zona histórica, área da freguesia que não merecia atenções “há cerca de 50 anos”. “Como as ruas são estreitas, houve que alterar algumas posturas de trânsito, melhorar alguns arruamentos e melhorar o sistema de escoamento de águas pluviais, evitando assim as inundações no inverno, que eram frequentes, e ainda construindo passeios dando mais condições à circulação de peões”, explicou-nos. O autarca lembra ainda que houve a “duplicação de saneamento e reforço de algumas das bombas na Rua da Fábrica para escoar as águas que vêm do túnel”.

Ambição do executivo é construir Centro de Dia / Creche

Até ao final do mandato a ambição do presidente da Junta é concluir o projeto de um Centro de Dia e Creche, no qual está a trabalhar em parceria com a Câmara Municipal.

Diz Joaquim Azevedo que a freguesia tem terrenos onde instalar a estrutura, mas conta com o apoio da Câmara para encontrar o financiamento, algo que não é fácil nos dias que correm. Ainda assim não desiste de um equipamento que “gostaria que abrisse às 8 da manhã e fechasse às 20h00, para os vilanovenses poderem ir trabalhar e deixarem os seus pais ou os seus filhos e estarem descansados até ao fim do dia, altura em que os viessem recolher”.

Ainda este ano, o mais tardar no próximo, está prevista a melhoria do Parque de Lazer de Quires, em colaboração com a Câmara da Maia. Deverão ser colocados aparelhos de manutenção para adultos e, no parque infantil, irão ser instalados mais equipamentos destinados às crianças mais pequenas.

A freguesia insere-se num tempo de modernidade, frisou o autarca, que se orgulha de ser executivo que “não deve nada a ninguém, que paga os serviços a pronto, que regista um saldo bancário de 63 mil euros e que possui vários terrenos junto à sede da Junta”.

Joaquim Azevedo vai voltar a ser candidato independente

Joaquim Azevedo faz um balanço positivo deste trabalho com a população de Vila Nova da Telha neste mandato. Afirma que não é político, apesar de exercer um cargo político.

Nestes quatro anos como independente, apesar de não ter tido um início fácil, considera que há estabilidade na Junta e um bom relacionamento com a Câmara Municipal, “na pessoa do senhor presidente da Câmara, Engº Bragança Fernandes, e do vice presidente, Engº António Tiago”.

Neste último mês, confessa o autarca, “tive o mês mais difícil como presidente de Junta, com convites de várias forças para formar lista para as próximas eleições”.

Mas Joaquim Azevedo adianta que, “eu e a minha equipa entendemos que, se há quatro anos a população confiou em mim a encabeçar a lista de independentes, e nos deram o voto de confiança para liderar a Junta, era agora de muito mau gosto da minha parte não encabeçar novamente esta lista de independentes para continuar a ser uma voz que fala sem ter qualquer problema, por não ter amarras a partido algum”.

Serviços na Junta de Vila Nova da Telha

Na sede da Junta, são prestados vários serviços à população. Existe, entre outros, o atendimento do balcão dos CTT, apoio jurídico e gabinete GAIL.
Na Junta funcionam ainda aulas de: Karaté, Body Combat, Zumba e Ginástica Terapêutica.

Angélica Santos

- Publicidade -