Voto antecipado: 4 322 eleitores inscritos na Maia

0
322
imagem António Pedro Santos LUSA
- Publicidade -

A votação antecipada em mobilidade ocorrerá no próximo domingo, dia 17, na Escola Básica D. Manuel II, na Rua do Estádio, na cidade da Maia, onde estão instaladas todas as 8 secções de votos criadas para o efeito no concelho.

Para poderem votar antecipadamente os eleitores tiveram que se inscrever até ontem dia 14 de janeiro, apenas sendo admitidos a votar no domingo, dia 17, os 4 322 eleitores que se inscreveram validamente.

No país: mais de 246 mil eleitores pediram para votar já este domingo

Mais de 246 mil pessoas pediram o voto antecipado em mobilidade para as presidenciais de 24 de janeiro em quatro dias, disse hoje à Lusa fonte do Ministério da Administração Interna (MAI).

Até às 23:59 de quinta-feira, prazo final para o voto antecipado, inscreveram-se 246.876 eleitores.

Segundo o MAI, estes ainda não são números finais, dado que ainda falta contabilizar as inscrições por correio.

Em tempos de pandemia de covid-19 e numa altura em que se espera novo confinamento geral, batem-se diariamente recordes na inscrição para o voto antecipado.

Nas últimas legislativas, em 2019, 50.638 eleitores votaram antecipadamente, tendo-se inscrito 56.287.

Os portugueses que não puderem votar nas presidenciais em 24 de janeiro podiam pedir, até às 24:00 de quinta-feira, para exercer o seu direito de voto uma semana antes, numa mesa de voto à sua escolha.

O voto antecipado em mobilidade foi alargado por lei aprovada no parlamento e pode ser feito na sede de cada um dos 308 concelhos do país, em vez da sede do distrito, como aconteceu nas eleições europeias e legislativas de 2019.

Assim, quem queria antecipar o seu voto para 17 de janeiro, numa qualquer câmara municipal, em vez do dia 24 na mesa de voto onde está inscrito, tinha de pedir até ao fim do dia de quinta-feira.

O pedido era feito por via eletrónica junto do Ministério da Administração Interna no “site” www.votoantecipado.mai.gov.pt ou através de correio normal.

No dia 17 de janeiro, o eleitor vota na mesa do local escolhido, de acordo com a alteração à lei, aprovada em outubro pela Assembleia da República.

- Publicidade -