Maia: Daniel Aragão assinou contrato com PEADEL – programa de apoio da autarquia

0
200
Daniel Aragão (Foto: AS)
- Publicidade -

Daniel Aragão, de uma empresa de táxis da Maia, afirma que apoios como este da autarquia são todos bem-vindos, pois “são uma gota no oceano” desta crise que atravessamos  devido à pandemia.

Na sequência da assinatura de contratos no âmbito do Programa Extraordinário de Apoio Direto à Economia Local (PEADEL), que se realizou ontem, dia 26 de maio, nos Paços do Concelho da Maia, o Primeira Mão ouviu a opinião de alguns dos empresários maiatos que assinaram com a Câmara.

Neste ato simbólico, estiveram 15 representantes de pequenas e médias empresas de comércio e serviços, que tiveram que encerrar total ou parcialmente a atividade.

Daniel Aragão integra a José Santos & Ca, Lda., uma empresa que presta serviços de “transporte e táxis”. Atualmente, funciona com 3 funcionários e a pandemia veio trazer uma diminuição da atividade na ordem dos 75%.

Segundo Daniel, a situação ainda se encontra “bastante difícil”. Mesmo assim, “com o apoio do Estado tem-se conseguido” manter os postos de trabalho. O negócio está a retomar “muito lentamente” e, portanto, “todo o apoio é bem-vindo”, acrescenta.

Relativamente à submissão do pedido de candidatura ao PEADEL, Daniel Aragão menciona que para ele “não foi nada fácil”, mas que com a ajuda do filho, mais entendido em Informática, conseguiu concluir a candidatura.

- Publicidade -