Maia integrada numa rede de desmantelamento e recetação de veículos

0
254
- Publicidade -

O Comando Territorial de Braga, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Barcelos, deteve em flagrante um homem de 36 anos por furto, desmantelamento e recetação de veículos. Fazia parte de uma rede que se estendia à Maia.

A detenção aconteceu na segunda-feira, no decurso de uma investigação que decorria há cerca de um mês, depois dos militares apurarem que os furtos resultavam da utilização de um software instalado nos computadores portáteis, (com conexão a On Board Diagnostics), permitindo desta forma que fosse codificada uma nova chave que iria ser usada para furtar as viaturas.

Nesta operação, que contou com o reforço do Posto Territorial de Barcelos, do Posto Territorial de Famalicão e do Destacamento de Intervenção (DI) de Braga, foram constituídos arguidos dois homens de 44 e 56 anos.

Após o furto, os veículos eram escondidos em casas particulares, depois desmantelados e as peças vendidas em plataformas de venda online.

Nesta ação dos militares da GNR foi dado cumprimento a seis mandados de busca, três domiciliárias, uma em estabelecimento e duas em oficinas, tendo o suspeito sido detido em flagrante por furto, desmantelamento e recetação de veículos.

Foram, ainda, apreendidas, três viaturas furtadas em Viana do Castelo e na Maia; três salvados (que iam ser reparados com as peças das viaturas furtadas); duas viaturas utilizadas pelos suspeitos para transporte das peças desmanteladas, no valor estimado de 93 mil euros; e diversas peças/componentes provenientes de desmantelamento de viaturas alegadamente furtadas (quadrantes, centralinas, para-choques, radiadores, entre outros).

Matrículas furtadas; sete chaves de automóveis; um aparelho de diagnóstico do carro bluetooth OBD e codificação de chaves; três computadores portáteis; cinco telemóveis; e 1.750 euros em numerário foram outros bens apreendidos.

- Publicidade -