Paulo Sá mantém confiança no plantel da Académica da Maia/Ismai

0
123

 

Esta não está a ser uma temporada positiva para a Académica da Maia/Ismai. Com 12 jornadas concluídas e com mais 10 ainda para cumprir até ao final da Fase Regular, a equipa soma já sete derrotas – total de derrotas sofridas em toda a última temporada.

Até agora, conseguiu vencer apenas quatro jogos e empatou um.

No campo de jogo, a equipa não tem conseguido mostrar a qualidade e capacidade de resposta a que nos habituou nos últimos anos. Por isso, Paulo Sá admite que o desempenho do conjunto maiato tem sido “francamente negativo”. Por detrás deste decréscimo no rendimento da equipa estão várias razões: “Houve uma série de atletas que deixaram o clube e houve uma série de alterações – alguns atletas terminaram as suas licenciaturas, entraram no mercado do trabalho e a disponibilidade para o treino também é menor. Todas estas coisas pesam e reflectem-se na competição”, lamenta. Condicionantes que acabaram por prejudicar o rendimento da equipa que não estava habituada a perder.

Ficaram por alcançar os objectivos previstos para esta altura, que era estar entre os oito primeiros de forma a garantir o acesso ao play off. Mas o treinador acredita que esse objectivo ainda está ao alcance da equipa. “Ainda é possível atingir, mas a prestação em campo tem de mudar muito. Temos de voltar a aquilo que éramos no passado”, adverte. Paulo Sá mantém a sua “confiança total” no grupo de trabalho da Académica da Maia/Ismai e acredita que ainda é possível dar a volta a esta situação. “Confiámos claramente nos atletas que temos e no trabalho que temos efectuado. Estes foram os atletas que nós escolhemos e continuamos a confiar neles plenamente. Neste momento, falta-nos um ou dois resultados bons para readquirirmos a confiança e continuarmos até ao final”, sublinha.

Fernanda Alves

Notícia desenvolvida na edição desta sexta-feira.