“Continuamos na senda do progresso” (vídeo)

0
1036

Mais uma vez, o Salão Nobre da Câmara Municipal da Maia foi palco da assinatura dos contratos de trabalho dos professores afectos ao Programa de Actividades de Enriquecimento Curricular, que arrancaram neste início do ano lectivo. A cerimónia aconteceu na manhã de quarta-feira e contou com a presença de 143 professores, que preencheram totalmente a sala. Nem um espaço livre.

Repete-se assim a assinatura, por mais um ano, entre ambas as partes (professores e Câmara Municipal da Maia) do documento que vai permitir aos docentes arrancar com as actividades complementares afectas aos programas curriculares já em vigor.

São 143 professores para um universo de 5300 alunos. Um investimento considerado avultado pelo presidente da Câmara Municipal da Maia, Bragança Fernandes, por uma razão: “nós queremos ser pioneiros e agora com a componente de apoio à família, os pais podem deixar os filhos mais cedo na escola e ir buscá-los mais tarde”. Esta já anunciada medida também vai fazer parte das actividades dos professores recém-contratados, revela o edil, que também aproveitou para deixar elogios às infra-estruturas educativas na Maia. “Temos salas bem preparadas, equipadas com quadros digitais, têm computadores, não lhes falta nada”. Garante Bragança Fernandes que a autarquia continua “na senda do progresso”. O autarca aproveita também para “sossegar” os pais dos educandos: “quando os deixam nas escolas às 7h30, queremos que eles saibam que os filhos ficam bem, com pessoas capazes, com pessoas que tratam bem os seus filhos”.

A assinatura surge numa altura em que são inaugurados, na Maia, três novos centros escolares e se remodelam outros 14, num investimento que ronda os 25 milhões de euros. “As nossas escolas estão permanentemente cheias. Temos uma zona industrial muito grande e os pais podem usar as escolas. Por um lado é bom porque temos gente cá, por outro lado é mau porque o investimento tem de ser permanente. Estamos sempre a fazer novas escolas”, confessa Bragança Fernandes.

Os professores agora contratados vão leccionar nas áreas da educação física, da informática, da expressão musical e do inglês.

Pedro Póvoas