Abre na Maia Centro de Proteção dos ouriços

0
1217
- Publicidade -

 

A Maia já tem um Centro de Recuperação para fauna selvagem, o único na Península Ibérica. Abre no sábado, dia 5 de junho.

A Amigos Picudos – Associação para a Preservação e Proteção dos Ouriços, abre no dia 5, pelas 11h00, na Rua Central do Sobreiro, Cidade da Maia, o projeto CRIDO – Centro de Recuperação e Interpretação do Ouriço.

Este é o único centro de recuperação para fauna selvagem na Península Ibérica, inteiramente vocacionado para a reabilitação de ouriços, em especial, da única espécie autóctone em Portugal, o Ouriço Europeu, animal selvagem protegido por lei.

O Dia Mundial do Ambiente foi simbolicamente escolhido para a abertura do novo Centro, como forma de alerta para a preservação desta espécie de ouriços e da fauna em geral.

A Amigos Picudos é uma associação sem fins lucrativos, legalmente constituída na Maia em Janeiro de 2013 e reconhecida como ONGA (Organização Não Governamental Ambiental) desde Outubro de 2018 pela APA (Agência Portuguesa do Ambiente). Para além da recolha e reabilitação de animais em risco, desenvolve um vasto programa de sensibilização para a importância desta espécie, enquanto sinal de vida selvagem em meio urbano, rural e no equilíbrio dos ecossistemas.

- Publicidade -