Acerca do SNS

0
92

O SNS (Serviço Nacional de Saúde) foi criado em 1979 por proposta do então Ministro da Saúde Dr. António Arnaut. Decalcado do SNS inglês, fundado por sua vez pelo Governo de Clement Atlee, Trabalhista, que ganhou as eleições logo no Pós-Guerra de 1939/45, substituindo Winston Churchill, o homem da vitória.

Com mais sensibilidade social e com o objectivo de dotar o país dum sistema de saúde comum a todos os cidadãos, gratuito, que garantisse a equidade dos serviços, este projecto revelou-se de imediato um êxito, levando outros países (os nórdicos) logo a seguir a adoptar sistemas baseados no SNS Britânico.

Entre nós, o 25 de Abril abriu as portas para reformas que eram nesta área extremamente urgentes, porquanto o sistema existente privilegiava uns quantos deixando a maioria dos cidadãos a descoberto, facto sentido sobretudo no interior do país.

O SNS foi sendo sucessivamente revisto, é hoje tendencialmente gratuito e pretende compensar as desigualdades de acesso e de cobertura geodemográfica indo ao encontro do que reza a Constituição quanto à obrigação da universalidade do acesso à prestação de cuidados de saúde.

Um dos indicadores mais importantes quanto à sua eficácia, o baixo índice de mortalidade infantil coloca Portugal no 4º lugar do mundo. (3,3 mortes por 1000 nados vivos – 2006).

Também vale a pena realçar que a esperança de vida dos portugueses aumentou 12 anos desde 1970, sendo hoje de 78,9 anos.

No caso português, o Estado assume um papel central no financiamento e na prestação dos cuidados de saúde.

De referir que o SNS está em constante evolução, adaptando-se ao desenvolvimento socioeconómica do país e das sociedades modernas.

Dr. Jorge Catarino

Médico clínica geral grupo esferasaúde