Águas Santas aprova moção contra alteração no serviço da madrugada da STCP

0
201

A Assembleia de Freguesia de Águas Santas, na Maia, aprovou por unanimidade, uma moção de protesto contra as alterações introduzidas pela STCP no itinerário da linha 5M e extinção da linha 6M (Aliados-Codiceira). Foi aprovada na sessão de 30 de Junho, mas só esta semana chegou ao Conselho de Administração da STCP.

Em resposta ao pedido de esclarecimentos por parte do PRIMEIRA MÃO, a assessoria informou que a moção “está a ser analisada tal como é habitual nestes procedimentos”. Ainda de acordo com a mesma fonte, a empresa de transportes colectivos do Porto “está a monitorizar a rede da madrugada, para poder continuar a prestar um serviço de qualidade à população”. Essa monitorização tem como objectivo “avaliar os possíveis ajustamentos que aumentem a qualidade de mobilidade para os clientes”. As alterações na rede da madrugada estão em vigor desde 27 de Junho. E de acordo com a transportadora, “visam conseguir uma rede da madrugada mais adaptada aos pólos de maior procura nocturna”. Assim, para além das alterações nos horários e itinerários, foram extintas duas linhas: a 2M (Aliados-Francos) e a 6M (Aliados- Codiceira). A STCP justifica a medida com o facto de se tratarem de linhas com “procura muito reduzida
A linha 5M, que antes fazia a ligação entre os Aliados e a Travagem, passou a terminar a viagem em Ermesinde, junto à Estação.

Por ser lado, a Assembleia de Freguesia de Águas Santas considera que a decisão não teve em consideração “os interesses dos utentes”, que trabalham ou moram na freguesia, “em especial os trabalhadores que laboram por turnos”.
A moção pede, por isso, a “reavaliação das medidas tomadas”, nomeadamente no caso da linha 6M, em que é sugerida o “suprimento” do serviço só a partir das 01h30, “atendendo ao número de pessoas que trabalham no Maiashopping”.

De resto, a Assembleia de Freguesia de Águas Santas considera que “a redução de um conjunto de horários e de algumas linhas, implicará uma diminuição significativa da qualidade do serviço que a STCP presta e um sério prejuízo para os utentes”.
Enquanto algumas linhas viram diminuídos os seus itinerários, outras passaram a ser prolongadas. É o caso da 3M, que passou a servir a zona do Aeroporto Francisco Sá Carneiro.
A rede da madrugada passou a funcionar da meia-noite até às 05h30, quando anteriormente funcionava da 01h00 às 06h00.

Fernanda Alves