Alternativas às SCUT congestionadas

0
222

Com o início da cobrança de portagens, esta sexta-feira, nas SCUT do Grande Porto, Norte Litoral e Costa de Prata, muitos utentes optaram pelas vias alternativas, originando uma maior concentração de automóveis.

Muitos utentes da A29, entre Aveiro e o Porto, optaram pela Estrada Nacional 109, provocando  congestionamentos de trânsito, sobretudo no acesso aos principais centros. Na A28 aconteceu o mesmo. O representante da comissão de utentes da SCUT de Viana do Castelo estima que o tráfego na Estrada Nacional (EN) 13 tenha aumentado entre  70 a 80 por cento.  Outros automobilistas optaram por usar a A28, mas passando as portagens sem pagar, por falta dos dispositivos necessários. E não abdicando de buzinar, em sinal de protesto.

Na Maia, a câmara municipal emitiu um comunicado a “protestar violentamente pela anarquia instalada”, que se traduziu numa manhã de ” caos” nas entradas e saídas do concelho. Daí resultou “um aumento da poluição ambiental e sonora e certamente prejuízos para as empresas, pelo facto de os seus trabalhadores não terem conseguido chegar a horas aos seus postos de trabalho”, acrescenta a autarquia. Por isso, a Câmara da Maia acusa o Governo de “irresponsabilidade” pela decisão.

Em declarações à agência Lusa, uma utente da A41 contou que, para evitar pagar portagem, optou por fazer um percurso alternativo, entre Leça da Palmeira e a Maia, mas demorou mais 30 minutos do que o habitual.