O novo Plano de Educação Ambiental do concelho da Maia foi apresentado aos professores pela vereadora do Pelouro do Ambiente, Marta Peneda, no complexo Municipal de Educação Ambiental da Quinta da Gruta, no último dia 18.

A Unidade de Educação e Formação Ambiental – Quinta da Gruta foi o palco escolhido para esta apresentação do documento da autarquia.

Este documento tem na sua génese os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que a resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) preconiza – “Transformar o nosso mundo: Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável”, sendo considerado uma importante ferramenta de trabalho para todos os estabelecimentos de ensino, lares e centros de dia, que abordam estas temáticas ambientais.

O novo Plano de Educação Ambiental dedica também um conjunto significativo de atividades dirigidas ao público famílias, que decorrem durante o fim-de-semana, sejam formações, workshops, visitas ou saídas de campo. Estas iniciativas têm como principal objetivo possibilitar a partilha de conhecimentos e experiências em família, tendo sempre como pano de fundo a temática da sustentabilidade ambiental.

Marta Peneda salientou que, “ao longo das últimas décadas o Ambiente constitui uma bandeira da Maia e uma prioridade, graças à qual o município vem construindo um território mais são onde as pessoas podem desfrutar de melhor qualidade de vida e serem mais felizes”.

Assim, prosseguiu a vereadora, “cedo se compreendeu que a concretização deste desígnio passava, necessariamente, pela Educação Ambiental da população em geral e das crianças em particular, através de um processo que procura estimular uma verdadeira consciência crítica sobre esta temática. O pioneirismo da Maia e os resultados deste processo ininterrupto está, aliás, plasmado nos lugares cimeiros que o município vem ocupando nos mais diversos indicadores regionais, nacionais e internacionais de boas práticas na área da sustentabilidade ambiental”.

No âmbito desta política, surge em 2001 o Complexo de Educação Ambiental da Quinta da Gruta e em 2007 a Escola de Educação Ambiental, estruturas a partir das quais se corporizam as várias atividades de educação e sensibilização promovidas pelo município, neste domínio.

Agregando esse conjunto de atividades, foi desenvolvido um documento – Plano de Educação Ambiental do Concelho da Maia – que, frisou a vereadora, “disponibiliza, de forma ágil e prática, informação sobre as ações programadas, os seus objetivos e o público-alvo, numa oferta que abrangem as mais diversas áreas do universo ambiental e públicos de todas as idades”.

Este documento, disponível em suporte físico e em formato digital, surge na continuidade do trabalho que vem sendo desenvolvido e “reflete a muita experiência adquirida ao longo dos anos na promoção de atividades diferenciadoras e apelativas, perfeitamente alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável preconizados pela Organização das Nações Unidas”.

No total o Plano de Educação Ambiental abordará 12 áreas temáticas, repartidas por 45 iniciativas tão distintas como a reciclagem de papel, oficina de pão caseiro, atelier de flores comestíveis, visita ao Rio Leça – da nascente à foz, visita ao Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia da Maia, realização do trilho interpretativo da floresta no Parque de Avioso – S. Pedro ou comemoração do Dia Mundial do Animal, entre muitas outras.

O Plano de Educação Ambiental do Concelho da Maia está disponível para consulta no site da Quinta da Gruta – quintadagruta.cm-maia.pt/