“As pessoas não devem ser descartadas”

0
271
- Publicidade -

Desde 1996, que a Câmara Municipal da Maia promove o Programa de Turismo Sénior maiato. Durante todo o mês de junho mais de 5000 idosos, divididos por grupos às terças e quintas-feiras, viajaram para Vila Praia de Âncora, num passeio que incluiu um almoço e tarde musical e recreativa.

Este ano, houve mais de 5500 inscrições, um acréscimo de mil relativamente ao ano passado. Contas feitas, após algumas desistências de última hora, são 5000 pessoas de todo o concelho que têm acesso gratuito a um dia diferente, sendo que a maior parte privilegia o convívio em que se envolve neste dia divertido e que lhes traz alguma alegria extra.

Foi esta faceta da iniciativa que foi salientada pelos participantes ouvidos pelo Primeira Mão e observada ao vivo num dos dias em que a comunicação social foi convidada a entrar no circuito. A alegria era bem visível nos rostos e bem patente no momento de baile, acompanhado por uma banda, a animar o amplo salão da Quinta do Cruzeiro.

As opiniões

Maria Albertina Santos mora há 48 anos na Maia, em Vermoim) e já participa pela quarta vez nos passeios no âmbito do Turismo Sénior.

É uma forma de combater a solidão com que se depara todos os dias, pois vive sozinha, tal como as aulas de ginástica em que participa no âmbito do Clube Maia Sénior. Maria Albertina valoriza muito o convívio, até porque se carateriza como “uma pessoa muito tagarela”, e assim sendo, estes passeios são ótimas iniciativas para conversar um pouco com outras pessoas e passar um dia diferente e divertido, contou ao Primeira Mão. Na sua opinião é importante que as autarquias organizem este tipo de iniciativas, “é pena que não seja a nível nacional, em todas as cidades”, disse-nos.

Armando Gomes também reside em Vermoim e elege o “convívio e o dia bem passado” como as principais oportunidades desta iniciativa, organizada pela autarquia. “A população da minha geração está agora a colher os frutos de uma vida, agora é que pode descontrair, por isso, é importante realizarem-se estes passeios”, afirmou à nossa reportagem.

Há 21 anos a ter respeito pelos idosos

Nos almoços, é habitual a presença dos dirigentes do município, sendo que no dia da reportagem, coube ao vice presidente, António Tiago, e à vereadora da Coesão Social, Ana Miguel Vieira de Carvalho, fazerem a saudação e cumprimentarem as centenas de idosos presentes.

“Esta é uma forma que a Câmara tem há 21 anos de ter memória pelos nossos pais e nossos avós, que após criarem os filhos e netos, têm direito a terem momentos de lazer. Temos esta postura de grande convicção em não descartar as pessoas, pois as pessoas não devem ser descartadas”, sublinhou António Tiago, que, aos idosos, fez questão de prometer que, se depender de si, esta iniciativa vai continuar nos próximos anos.

Até ao momento já participaram no programa cerca de 184 mil seniores, com mais de 65 anos, que conheceram destinos tão distintos como: Madeira, Açores, Douro, Viseu, Chaves, Idanha-a-Nova, Aveiro, Viana do Castelo, Estoril, Águeda, Coimbra, Oliveira de Azeméis, Torreira, Guimarães, entre outros.

Foram investidos ao longo de duas décadas cerca de 4 milhões de euros neste programa, inteiramente suportados pela autarquia.

Angélica Santos

- Publicidade -