Associação Recreativa de Parada comemora 27º aniversário

1
196

A Associação Desportiva e Recreativa de Parada comemorou o seu 27º aniversário. Durante todo o mês de Novembro realizaram uma série de actividades, mas o ponto alto foi no passado domingo, com a sessão solene, que serviu para homenagear alguns associados, entregar os prémios da prova de pesca, que decorreu no dia 15 e entregar lembranças a entidades oficiais, patrocinadores e colectividades amigas.

O dia começou com a actuação da fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Pedrouços. Depois, chegou então a altura para a sessão solene. A associação entendeu prestar homenagem a dois associados que se mostraram sempre disponíveis para colaborar, até nas obras que foram levadas a cabo. E quiseram também enaltecer o trabalho que tem sido desenvolvido pelos jovens do grupo de imitações, que a pedido do edil da Maia, acabaram por fazer uma pequena imitação.

A primeira intervenção surgiu da parte do representante da Associação de Futebol do Porto. Eduardo Madeira começou por dar os parabéns à colectividade, tendo consciência de que foram “anos bons e anos menos bons” e ciente “que é um esforço muito grande manter estas colectividades de pé”. O responsável deixou ainda a garantia de que a associação está atenta ao trabalho desempenhado pelas suas associadas e disse estar disponível para colaborar “naquilo que for preciso”.

Mário Vinhas, membro do executivo da Junta de Freguesia de Águas Santas, deixou também uma palavra de amizade à Recreativa de Parada, mostrando toda a disponibilidade, “dentro dos possíveis”, do novo executivo local continuar a apoiar o trabalho desenvolvido por esta e pelas outras associações da freguesia. “O executivo estará à vossa disposição e tudo fará para continuar a estar ao lado das colectividades”, sublinhou.

A preocupação do presidente da Assembleia Municipal vai para os motivos que levam, “na maioria dos casos”, à formação das associações, “que trabalham em prol dos outros”. Acrescentou ainda que sente “um grande orgulho” das colectividades do município da Maia “que ocupam os novos jovens”. Luciano Gomes deixou também duas palavras, uma de apreço, afirmando que “são todas as colectividades merecedoras do nosso reconhecimento” e pediu aos dirigentes para não desanimarem deixou uma palavra de esperança.

A encerrar os discursos, o presidente da Câmara Municipal da Maia, Bragança Fernandes, deu boas notícias à Recreativa de Parada. A associação pediu ao autarca uns armários para guardarem os equipamentos e aproveitou também para referir que lhe fazia falta um pequeno palco e o edil acedeu aos dois pedidos da associação.

Aproveitando a presença de outros dirigentes, Bragança Fernandes descansou-os quando à tranche dos subsídios que ainda não receberam, dizendo estar para breve. Na base do atraso estão as eleições autárquicas de Outubro deste ano. “Assim como as carrinhas que foram tratadas com algumas colectividades. O que nós queremos é o bem-estar das colectividades e dos atletas”, afirmou.

O presidente da direcção, Fernando Balio, preferiu não fazer qualquer discurso. Esteve a conduzir os trabalhos da sessão e apenas falou quando o presidente do Arsenal de Parada se levantou para receber a lembrança da colectividade vizinha, para referir que as duas associações fizeram as pazes e que começaram a traçar um novo percurso.

A cerimónia terminou com um porto de honra, onde se cantaram os parabéns à Associação Desportiva e Recreativa de Parada.

Isabel Fernandes Moreira

1 COMENTÁRIO

  1. a associaçao esta de parabens pelos 27 anos e espero que dure muitos mais anos…
    os meus muitissimos parabens!!!

Comments are closed.