Autarquia apresenta amanhã de manhã requalificação do Bairro do Sobreiro

0
459
- Publicidade -

A sessão de apresentação de ações de requalificação urbanística do Bairro do Sobreiro realiza-se este sábado, dia 27, pelas 10h30,  na Praceta das Mimosas.

A Espaço Municipal e a Câmara Municipal da Maia apresentam as ações que decorrerão até 2020. A sessão será conduzida pelo presidente da Câmara Municipal da Maia e presidente do Conselho de Administração da Espaço Municipal, António Silva Tiago.

A Espaço Municipal enquadra-se numa política integrada de desenvolvimento do concelho da Maia e traduz o esforço, o empenho e o entusiasmo que a Câmara Municipal tem vindo a dedicar ao setor da habitação e à promoção da coesão social.

Foi já na década de 90 que a construção de habitação social de iniciativa municipal começou a ter significado no concelho. Até lá, o parque de habitação social concelhio resumia-se quase exclusivamente aos empreendimentos de promoção e iniciativa estatal, construídos na década de 70 pelo Fundo de Fomento da Habitação (FFH), designadamente, os Conjuntos Habitacionais do Sobreiro, Maia I e Maia II.

Em 1989 é celebrado um Acordo de Colaboração entre a administração central e o município da Maia que contemplava, entre outras ações, o financiamento à construção de 890 fogos destinados a arrendamento.

Em 1994, o Acordo Geral de Adesão ao Programa Especial de Realojamento (PER) em cujo âmbito se concretiza a transferência do património correspondente aos conjuntos habitacionais do Sobreiro, Maia I e Maia II, construídos pelo ex-FFH, do IGAPHE para o município e, simultaneamente, se previa a construção e aquisição de 1517 fogos repartidos por diversos empreendimentos a levar a efeito em diversas freguesias do concelho.

É então adotado pela Câmara uma nova filosofia arquitetónica, urbanística e social, promovendo, contrariamente ao paradigma anterior, a construção de empreendimentos com um número de fogos significativamente inferior, com soluções arquitetónicas qualificadas.

Em 1994 é constituída a empresa Renovarum – Renovação Urbana e Gestão de Património, Lda., que visa a gestão do património de habitação e a renovação urbana, participada em 90% pela Câmara Municipal da Maia e em 10% pela Santa Casa da Misericórdia da Maia. Esta empresa que viria a ser substituída em 2001 pela Espaço Municipal – Renovação Urbana e Gestão do Património, E.M., participada em 100% pela Câmara Municipal.

- Publicidade -