Banco Alimentar do Porto abriu campanha “Escuta: é hora de agir!”

0
158
- Publicidade -

Iniciativa, que decorre até 19 de junho, conta com a parceria da Diocese do Porto e da Junta Regional do Porto

“Escuta: é hora de agir!”. É este o mote da iniciativa que o Banco Alimentar do Porto – em parceria com a Diocese do Porto e a Junta Regional do Porto – acaba de lançar. Com esta nova campanha de angariação de bens alimentares, que arrancou no sábado, 22 de maio, e que decorrerá até 19 de junho, o Banco Alimentar do Porto pretende continuar a responder, com a ajuda de todos, às necessidades de inúmeras famílias.

Refira-se que a ação – que procura colmatar a quebra originada pela suspensão da habitual campanha em supermercados, situação motivada pelo contexto de pandemia – envolve os agrupamentos de escuteiros e as paróquias da Diocese do Porto que decidiram aderir a este desafio. Todos aqueles que pretendam associar-se a esta campanha e ajudar a ajudar poderão dirigir-se ao CNE – Centro Nacional de Escutas ou a uma das paróquias do distrito do Porto que responderam afirmativamente a este projeto.

Mais de 629 toneladas de bens angariados nas campanhas de 2020

Para António Cândido da Silva, presidente do Banco Alimentar do Porto, “está é a hora de ajudar”. E acrescenta: “Queremos fazer desta uma grande campanha, por isso, age: sai do banco do teu lar e ajuda o Banco a Alimentar! O mote da campanha não poderia ser mais claro “Escuta: é hora de agir!”.

Recorde-se que, durante o ano de 2020, e para fazer face à suspensão da campanha do saco, que decorre, habitualmente, duas vezes por ano, nos super e hipermercados, o Banco Alimentar do Porto lançou, também, um conjunto de iniciativas com o objetivo de continuar a angariar bens alimentares. Em 2020, e graças aos donativos de toda a população do distrito do Porto, foram angariadas mais de 629 toneladas de bens.

- Publicidade -