Barraqueiro lidera o concurso do Metro

0
123

A Barraqueiro apresentou ontem a proposta mais barata para a concessão do Metro do Porto. A candidatura da actual concessionária – a Transdev – é mais cara em cerca de dez milhões de euros, no final dos cinco anos da concessão. Ainda assim, ambas apresentaram valores abaixo da referência de 265 milhões de euros. Quanto ao consórcio liderado pelos franceses da Veolia, estava pré-seleccionado, mas desistiu optando por não apresentar uma proposta final.

Em melhor posição na corrida está, então, o consórcio Barraqueiro / Mota-Engil / Keolis / Arriva. Apresentou uma proposta com o preço global anual de 35.834.887 milhões de euros.

Até ao final do ano, a Metro do Porto anuncia o vencedor do concurso, até porque o consórcio escolhido tem de começar a operar a 01 de Abril de 2010. A subconcessão abrange toda a rede do metropolitano já em operação e ainda os troços e extensões já em construção ou com arranque projectado. É o caso do prolongamento da Linha Amarela a Santo Ovídeo (Vila Nova de Gaia) e o prolongamento da Linha Verde do ISMAI até à Trofa.

Marta Costa