Beneficiação da Escola Básica de Porto Bom em fase de adjudicação

0
127
foto DR
- Publicidade -

Esta escola básica na freguesia de Castelo da Maia vai entrar em fase de obra em breve. O procedimento de contratação pública da empreitada de beneficiação da Escola Básica de Porto Bom está bastante avançado, encontrando-se já em fase de adjudicação.

Ao longo do mandato a Câmara Municipal da Maia investiu mais de 4 milhões de euros do orçamento municipal em obras de requalificação, beneficiação e ampliação do seu parque escolar, refere a vereadora da Educação.

De acordo com Emília Santos, o plano da obra nesta escola do Castelo da Maia será definido em articulação com a comunidade educativa. Trata-se de uma obra de requalificação do plano centenário e beneficiação do jardim de infância, que prevê também um recreio coberto e uma estrutura de proteção no portão da entrada a norte.

Emília Santos explica ainda que esta escola, que em breve entrará em obra, integra um mapa de 13 escolas básicas do 1º ciclo que a Câmara Municipal da Maia vai ou está a melhorar com intervenções até ao final do mandato (praticamente até final deste ano).

O plano de requalificação inclui as escolas:

– básica Maia-sede (freguesia Cidade da Maia);
– básica nº 1 de Gueifães (freguesia Cidade da Maia);
– básica de Monte das Cruzes (freguesia de Milheirós);
– básica do Castelo (freguesia do Castelo da Maia);
– básica de Porto Bom (freguesia do Castelo da Maia);
– básica da Prozela (freguesia de V. N. Telha);
– básica de Santa Cristina (freguesia de Folgosa);
– básica de Monte Calvário (freguesia de Nogueira Silva Escura);
– básica do Lidador (freguesia de V. N. Telha);
– básica de Ferronho (freguesia do Castêlo da Maia);
– básica de Arcos (freguesia de S. Pedro Fins);
– básica da Giesta (freguesia de Pedrouços)
– básica do Corim (freguesia de Águas Santas).

Ao longo do mandato a Câmara Municipal da Maia investiu mais de 4 milhões de euros do orçamento municipal em obras de requalificação, beneficiação e ampliação do seu parque escolar.

Não releva para este investimento a comparticipação financeira nas obras de ampliação e requalificação das 3 Escolas Básicas| Secundária: Maia, Gueifães e Dr. Vieira de Carvalho.

A candidatura desta última escola à 2ª fase de obra avançará até ao final deste mês.

Para este executivo, as escolas são muito mais que lugares onde os alunos adquirem competências académicas, são, acima de tudo “ambientes sociais” onde os alunos desenvolvem competências emocionais e sociais, determinantes quer para o sucesso escolar, quer para a vida.

Por isso, “o investimento em ambientes educativos inovadores continua a ser uma prioridade na adaptação de um parque escolar já, por si, renovado e de excelência”.

- Publicidade -