Bombeiros de Moreira iniciam formação

0
149

Cerca de 40 elementos dos Bombeiros Voluntários de Moreira da Maia iniciam hoje formações no âmbito do programa Novas Oportunidades. Não é a primeira vez que a associação humanitária o possibilita, mas será a primeira em que a formação decorrerá no próprio quartel. E o certo é que o interesse dos elementos foi tão grande que superou as expectativas de ter apenas uma turma para esta acção.

Apesar de haver dentro da corporação alguns elementos já licenciados e outros a terminar este grau de ensino, há também muitos que não têm a escolaridade obrigatória ou o 12º ano. Para tentar inverter este cenário, os Bombeiros de Moreira chegaram a acordo com o CINEL – Centro de Formação da Indústria Electrónica, no Porto, que disponibilizou formandos para irem a Pedras Rubras assegurar as formações de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC).

Há dois grupos a arrancar com esta formação, distribuídos de forma relativamente equitativa. Cerca de metade vai frequentar a formação RVCC 9º ano (os que ainda não têm a escolaridade obrigatória) e os restantes o curso de RVCC que garante a equivalência ao 12º ano de escolaridade. No primeiro caso, com duas sessões de formação por semana e, para os formandos de RVCC 12º ano, com periodicidade quinzenal. Em ambos os casos, as formações devem ter apenas a duração de um ano lectivo.

Novas Oportunidades

A iniciativa Novas Oportunidades foi lançada para o período 2005-2010, pelos ministérios da Educação e do Trabalho e Solidariedade, com o intuito de “recuperar o atraso que nos distancia dos países mais desenvolvidos” ao nível da qualificação da população, pode ler-se no site do projecto.

As últimas estatísticas apontam para a existência de 456 centros Novas Oportunidades em funcionamento em Portugal, envolvendo 9186 elementos nas equipas pedagógicas.

Marta Costa