Brincar e conhecer o mundo envolvente nas férias ambientais de verão

0
332
Férias Ambientais de Verão
- Publicidade -

O complexo de educação ambiental da Quinta da Gruta deu oportunidade a 44 crianças de viverem umas férias muito divertidas em contacto com a natureza e, claro, muita brincadeira. O programa das IX Férias Ambientais de Verão do concelho da Maia contemplou dois grupos, em duas semanas distintas, de 22 crianças e jovens entre os 6 e os 14 anos, que até ao último dia 5 de agosto, divertiram-se em grupo e aprenderam, pelo menos, uma coisa nova nas diferentes atividades vividas.

Alguns dos participantes eram mais adeptos das brincadeiras ao ar livre e preferiam os momentos em que podiam frequentar as piscinas ao ar livre da Quinta da Gruta, o que aconteceu nas manhãs de terça e quinta-feira, ou o paintball e o rappel, praticados na sexta-feira, dia que foi dedicado ao Europarque. Outros, mais ávidos de novos conhecimentos ligados à área ambiental, ficavam deliciados com as visitas programadas.

Os mais novos tiveram visitas a uma queijaria ou a instalações de produção animal, também a uma fábrica de rolhas de cortiça e ao museu da Amorim & Irmãos. Não faltaram as aventuras pela Biodiversidade, na própria Quinta da Gruta, com o contacto próximo de animais e plantas, e também a visita ao Quartel da GNR do Carmo, no Porto, com uma aula de equitação, e ainda uma sessão de cinema.

Mini-chefs de cozinha

A manhã de quarta-feira, por exemplo, foi ocupada com o ateliê dos mini-chefs de cozinha. Todos estiveram entusiasmados a preparar a sua própria refeição nesse dia. Dividiram-se em três grupos: o que confecionava as entradas, outro que fazia o prato principal e um terceiro grupo que estava responsável pelas sobremesas. O produto final foi servido a todos.

O programa é “muito diversificado” e os miúdos divertem-se bastante, querendo habitualmente repetir nos anos seguintes a aventura das férias ambientais de verão. Marta Moreira, coordenadora do complexo de educação ambiental da Quinta da Gruta, sublinha que a procura é grande e que as vagas ficam preenchidas praticamente assim que abrem as inscrições.

A brincadeira e o tempo de férias são conceitos interligados quando se fala das crianças. Essa faceta também faz parte deste programa de verão na Quinta da Gruta, mas o certo é que os participantes, de uma forma lúdica, “estão sempre a aprender algo de novo”, frisou Marta Moreira. De forma descontraída, vai-se veiculando algum conhecimento ligado à natureza e à biodiversidade, privilegiando sempre as atividades ao ar livre, para contrastar com o tempo passado maioritariamente dentro de uma sala de aula, enquanto estão nas aulas o resto do ano.

Aventureiros das férias ambientais

A Rita Maia tem 13 anos e como gosta de Ciências e Biologia aprecia muito o tempo que passa na Quinta da Gruta, com os ateliês, mas também adora o cinema e as idas à piscina. Nas férias ambientais, que já frequenta há cerca de três anos e onde fez novas amizades, a Rita Maia tem conhecido coisas interessantes, disse-nos, “por exemplo, como se faz o queijo”, na visita que fez à queijaria.
Também com 13 anos, o Diogo Alves, frequenta as férias ambientais desde “pequenino” e adora “a piscina e o paitball”. Todas as brincadeiras ao ar livre são aproveitadas para conviver com os amigos, muitos conheceu na Quinta da Gruta, disse-nos o Diogo, mas a verdade é que também “arrastei muitos colegas da escola para as férias ambientais”.

- Publicidade -