Câmara conclui o pagamento da comparticipação nas melhorias do Lar da APPACDM

0
169
APPACDM
imagem de arquivo

Na última reunião ordinária do ano de 2020, a Câmara da Maia deliberou pagar a última tranche da comparticipação do Município nas melhorias da empreitada de construção do Lar Residencial e Centro de Atividades Ocupacionais da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) em Vila Nova da Telha.

Tratam-se de melhorias que a APPACDM considerou necessárias para acrescentar operacionalidade ao equipamento, inaugurado em 2015, e para financiamento das quais, em 2017, o Município deliberou comparticipar no respetivo custo com um subsídio adicional de 150 mil euros, atenta a pertinência das mesmas e o papel desempenhado pela Associação no apoio às famílias e no reforço da coesão social.

Recorda-se que no ano de 2011, com financiamento do Programa Operacional de Potencial Humano e do Município, a APPACDM da Maia iniciou a construção do Lar Residencial e Centro de Atividades Ocupacionais para Pessoas com Deficiência, em Vila Nova da Telha, com uma capacidade total para acolher 84 utentes, no valor total de 1.891.207 euros mais IVA.

O valor da comparticipação municipal na obra ascendeu a 368.986 euros.