Câmara cria linha verde para empréstimo de tablets: 800208249

0
307

 
O empréstimo de tablets e de internet móvel com 3 meses de acesso, disponibilizado pela Câmara Municipal da Maia aos alunos que necessitem deste tipo de equipamento, tem agora um número verde de apoio que entra em funcionamento na segunda-feira, 20 de abril. Linha (800208249) é gratuita.
 
O projeto Maia School4All desenhado pelo município maiato, através do seu pelouro da Educação, proporciona equipamentos, mas também várias ferramentas de aprendizagem online para alunos e professores. Foi criado um Campus da Educação online, reforçada a plataforma Participa+ e disponibilizado um Contact Center para pais, alunos e encarregados de educação.
 
António Silva Tiago, presidente da Câmara, sublinha que “este esforço da autarquia permite que os jovens maiatos tenham todas as condições para continuarem o seu percurso educativo a partir de casa. Nesta, como em todas as outras frentes, a Câmara da Maia tem sido rápida, assertiva e imaginativa no apoio a toda a comunidade”.
 
No final do 2º período letivo, os agrupamentos de escolas aferiram as necessidades dos seus alunos relativamente a equipamentos e internet. Na posse dessa informação, a Câmara Municipal avançou com a criação do banco de empréstimo de tablets e de aparelhos de conetividade de internet móvel com 3 meses de acesso incluído, em parceria com os agrupamentos de escolas do concelho e com a FAPEMAIA.
 
A Linha Verde Maia School4All, de apoio à utilização dos tablets emprestados, iniciará o seu funcionamento no próximo dia 20 de abril, nos períodos 10h00 às12h00 e das 14h00 às 16h00, de segunda a sexta-feira, através do número 800208249 (chamada gratuita).
 
No Portal da Educação da Maia (https://www.cm-maia.pt/p/educacao) foi criado o CAMPUS da Educação, com atividades para miúdos, para os mais miúdos ainda e para graúdos também. Semanalmente, são propostas atividades para as crianças do pré-escolar no CAMPUS da Educação |LUDI+, bem como para os alunos do 1º ciclo no CAMPUS da Educação | AEC, com atividades de Artes, de Agir, de Atividade Física e Desportiva e de Relaxamento. A Filosofia e a Oficina das Ciências não foram esquecidas, sendo também possível encontrar propostas para toda a família.
 
A Plataforma Participa+ (https://participamais.cm-maia.pt/) disponibiliza agora duas novas áreas: “Atividades em Família” e “Testa o Teu Conhecimento”.
Em “Atividades em Família” encontra-se um conjunto de atividades lúdicas sob a forma de desafios e concursos em áreas como Educação Física, Música, Dança, Escrita, entre outras, que possam ser realizadas em família. Em “Testa o teu Conhecimento”, os alunos podem resolver enigmas e explorar os conteúdos dos programas curriculares de Português, Matemática e Estudo do Meio, constituindo-se, desta forma, numa ferramenta de revisão e consolidação das aprendizagens. Esta plataforma permite um contacto direto entre o professor e os alunos da sua turma.
 
Para que tudo decorra dentro da normalidade possível, foi criado um Contact Center de apoio aos encarregados de educação, alunos, professores e educadores de infância, com atendimento assegurado por cerca de 100 professores e algumas equipas multidisciplinares, que via e-mail, telefone e/ou call usando o Microsoft Teams, darão suporte a toda a comunidade educativa sobre o acesso e a utilização da Plataforma Participa+, os conteúdos que são disponibilizados e principalmente auxílio no esclarecimento de dúvidas. Para beneficiar deste serviço, os professores e educadores de infância, encarregados de educação e alunos deverão aceder a https://juntospelaeducacao.lusoinfo.com/.
 
Recorde-se que a Câmara Municipal da Maia tinha já o projeto SUPERTABI Maia, projeto de inovação pedagógica que atua em 3 vértices – equipamentos, alteração de práticas pedagógicas e ambiente.
«Mais do que nunca, a utilização das novas tecnologias ao serviço da educação e do agudizar e incentivar à atitude exploratória dos alunos, tendo o professor como um orientador das aprendizagens nunca fez tanto sentido como hoje e como fará no futuro. Esta metamorfose das metodologias de ensino e aprendizagem que tem vindo a ser incentivadas pela autarquia e abraçada por agrupamentos, professores, alunos e encarregados de educação, estar, com toda a certeza, a consolidar-se num contexto de aprendizagem nos próximos anos», refere a nota de imprensa da autarquia.