Câmara da Maia recebeu quarta bandeira verde (vídeo)

0
172

A Câmara Municipal da Maia conquistou, pelo quarto ano consecutivo, a Bandeira Verde
ECOXXI, atribuída pela Associação Bandeira Azul da Europa, aos municípios pelas suas boas práticas ambientais. A entrega os galardões decorreu ontem, à tarde, no auditório do Tecmaia – Parque de Ciência e Tecnologia da Maia e contou com a presença de cerca de 120 representantes dos diversos municípios galardoados, vindos de todo o país.
Um reconhecimento pelo trabalho que tem sido desenvolvido pela autarquia maiata na área do ambiente, considera a directora do Departamento do Ambiente e Planeamento Territorial. “Este galardão é o resultado de um conjunto de avaliações que são efectuadas ao desempenho dos municípios e é uma satisfação para nós, termos cada vez pontuações mais elevadas e atingirmos este patamar”, sublinha Helena Lopes.

O projecto ECOXXI é promovido pela Associação Bandeira Azul da Europa, desde 2006, com o objectivo de reconhecer as boas práticas de sustentabilidade desenvolvidas pelos municípios, valorizando um conjunto de aspectos considerados fundamentais à construção do desenvolvimento sustentável, alicerçados fundamentalmente em dois pilares – a educação no sentido da sustentabilidade e a qualidade ambiental.

Desta forma, o projecto avalia um conjunto de vinte e três indicadores, que são constituídos pela agregação de informação e de índices que visam a caracterização de diversos sectores municipais, nomeadamente ao nível da Educação Ambiental, Instituições, Conservação da Natureza, Água, Resíduos, Energia, Transportes, Ruído, Ar, Ordenamento do Território, Agricultura e Turismo.
A candidatura submetida pela Maia obteve a melhor classificação de sempre, alcançando um rating de 70,5 por cento. De acordo com Helena Lopes a Maia obteve a pontuação máxima em cinco indicadores destaca-se na qualidade do ar e informação ao munícipe, ruído e ambiente acústico urbano, abastecimento de água e recolha de esgotos e eficiência energética. “Depois tivemos um conjunto de sete ou oito indicadores com a pontuação quase máxima”, enumera Helena Lopes. Entre eles, a implementação da Agenda Local 21, “uma aposta grande este ano e nos próximos”, no ordenamento do território, no turismo rural e na recolha selectiva de resíduos”.

A directora do departamento ressalva ainda que dos 23 indicadores avaliados, a Maia não pontua em quatro, que estão relacionados, por exemplo, com a zona costeira, a rede natura e as paisagens protegidas. “Há depois uma forma de compensar os municípios”.

A entrega das galardões aconteceu ontem à tarde na Maia sob proposta a Câmara Municipal, que já foi receber o galardão a Sintra, a Évora e a Lisboa. Segundo a directora do departamento, entre a edilidade maiata e a Associação Bandeira Azul da Europa existe uma relação “muito estreita e de há muitos anos”. É que a associação promove também o programa eco escolas e a Maia “sempre primou por se juntar a iniciativas destas e tem tido muitas escolas a participar no programa”.
Aliado a isto, acrescenta a responsável, está ainda o facto da autarquia ter “uma estratégia de educação para a sustentabilidade muito forte e por isso mesmo ela ser reconhecida nos projectos que as escolas apresentam ao galardão Eco Escolas”.

Para além disso, já fizeram vários eventos no município em parceria com a associação. Daí que quando foi lançada a ideia da entrega desta vez ser na Maia, a Associação Bandeira Azul da Europa aceitou “de bom grado”.
Durante a tarde, foram ainda feitas várias apresentações dos municípios que tiveram pontuações máximas em determinados indicadores. “Vão ter cerca de cinco minutos para apresentar esses projectos técnicos”. No final, serão então entregues das bandeiras, as medalhas e os diplomas de participação.

Trinta e nove candidaturas

Em 2009/2010, candidataram-se ao ECOXXI 39 municípios. Foram eles Águeda, Abrantes, Alandroal, Albufeira, Amadora, Avis, Beja, Bragança, Caminha, Cantanhede, Cascais, Castro Daire, Coimbra, Évora, Faro, Ferreira do Alentejo, Gavião, Golegã, Lagos, Lisboa, Loulé, Lousã, Macedo de Cavaleiros, Maia, Manteigas, Mealhada, Olhão, Peniche, Pombal, Porto, Póvoa de Varzim, Santo Tirso, Setúbal, Tavira, Torres Novas, Torres Vedras, Vila Franca de Xira, Vila Nova de Gaia e Vila Verde.

A entrega do galardão ECOXXI 2009/2010 visa distinguir os municípios que apresentaram práticas mais sustentáveis durante o período em análise. Cerca de 79 por cento dos candidatos serão este ano distinguidos com a Bandeira Verde ECOXXI 2010, o que quer dizer que conseguiram pontuar acima dos 50 por cento da pontuação máxima possível.

Isabel Fernandes Moreira