Câmara e empresas da Maia emprestam computadores a alunos do Ensino Básico e Secundário

0
434

 
A Câmara Municipal da Maia criou um Banco de Empréstimo de Equipamentos Informáticos (BEEI) a alunos dos 2º e 3º ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário, contando com o apoio solidário do tecido empresarial do concelho.
 
Os equipamentos serão distribuídos a alunos de mais de 545 agregados familiares da Maia, já identificados pelos Agrupamentos de Escolas concelhios.
 
Este banco é coordenado pelos serviços de Educação do município e permitirá angariar o equipamento informático em falta junto das empresas do concelho, que se quiserem juntar a esta iniciativa solidária.
 
Para já, e num tempo de resposta muito curto, empresas como Adidas, EDUBOX, Cerealis, Conseco, Critical Manufacturing, GONKSYS, Infinion, Konica Minolta, LCPower, Leroy & Merlin, Maia Shopping, Nonius Software, Systemair e WIPRO permitiram angariar cerca de 70 % das necessidades identificadas.
 
A Câmara Municipal irá assegurar o fornecimento de ligação de internet aos alunos que dela necessitem. Este Banco vai entregar, a partir de 4 de maio, os equipamentos angariados aos agrupamentos de escolas, que, de acordo com prévia identificação, fazem a gestão da entrega, a título de empréstimo.
 
A Câmara Municipal apela ao vasto tecido empresarial do concelho da Maia para que se junte a esta missão e apoie o BEEI através da cedência de material informático. A autarquia também desde já agradece o apoio logístico da Tecmaia e da Associação Empresarial da Maia, bem como a todas as empresas que já aderiram ao BEEI, assim como ao movimento associativo de pais, permitindo que na Maia nenhum aluno fique para trás.
 
António Silva Tiago, presidente da Câmara, afirma que “a implementação das medidas de combate à pandemia da Covid 19 implica a necessidade imperiosa de criação de condições para que todos os alunos façam parte ativa desta alternativa ao ensino tradicional e que a continuidade e evolução do seu percurso académico não seja, de alguma forma, comprometida”.

O autarca regozija-se com o facto de, “felizmente, na Maia, existir um ecossistema económico muito dinâmico e dotado de um elevado sentido da responsabilidade social, que prontamente aderiu a esta partilha colaborativa, acompanhando-nos neste entendimento de que o futuro está nos jovens que hoje frequentam as nossas escolas”.
 
A Câmara lembra ainda, em nota de imprensa, que “o município, através do projeto School4All, emprestou já cerca de 700 tablets e acessos à internet aos alunos do 1º Ciclo referenciados pelos agrupamentos”.