Casos de Covid19 diminuem na Maia em números absolutos (742)

0
1433

Na Maia registam-se hoje 742 casos de infetados pela Covid-19, de acordo com os boletins publicados pela DGS. Ontem o número era de 744.

Os dados apresentados hoje pela DGS mostram que nas últimas 24 horas mais 27 pessoas perderam a vida com o novo coronavírus, um número que aumentou de 735 para 762 o total de vítimas mortais em Portugal.

Quanto à expansão da infeção no país, registaram-se no mesmo período mais 516 casos, subindo de 20.683 para 21.379 o total de casos confirmados.

O concelho da Maia, apresenta hoje menos casos positivos que nos últimos dois dias, em que o número se tinha fixado nos 744. Hoje os casos são apenas 742. Um sinal positivo para o esforço de contenção da pandemia, que atingiu números elevados a exemplo do que passa na região Norte, em que o número de casos ascende a 12.806 (+263), e o número de mortos atinge 441 (+17).

Nos concelhos vizinhos de Trofa há 109 (+1) casos positivos e Santo Tirso tem 257 (+8). Valongo está já com 598 infetados (+6) e Matosinhos atinge 884 (+8).

Os mais afetados pela covid19 são Porto e VN Gaia, com, respetivamente, 1071 positivos (+3) e 1066 (+6).

OMS refere que Portugal está com reação positiva em relação à pandemia

A OMS considera que os números indicam que Portugal está a reagir de forma correta em relação ao Covid-19, mas alerta para os perigos de levantar o confinamento demasiado rápido.

Para reforçar a proteção nos lares em todo o país, a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, anunciou que foram hoje distribuídos cerca de 700 mil equipamentos de proteção individual a partir do Laboratório Militar.

O Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte já realizou mais de oito mil testes em menos de um mês e arranca hoje com os testes serológicos.

A Escola Superior de Enfermagem da Universidade Minho tem um novo serviço de apoio à população — Enfermagem Online — para ajudar a tirar dúvidas sobre o surto e aliviar os serviços de saúde. No entanto, um estudo do Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde mostra que o Covid- 19 afetou a saúde mental dos enfermeiros. A agravar esta situação estará também o aumento salarial, criticado pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses.

A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, veio defender a redução do IVA na venda de máscaras e álcool.

Acesso igual à futura Vacina

Os 193 países-membros da Assembleia Geral da ONU aprovaram por consenso uma resolução para garantir um “acesso igual” às “futuras vacinas” para o Covid-19.

Desde dezembro, o novo coronavírus já matou 167.594 pessoas e infetou mais de 2,4 milhões em todo o mundo, segundo um balanço da agência AFP atualizado ontem às 19h00.