Castelo volta a ter piscinas

0
193

As piscinas regressam ao Castelo da Maia. As antigas foram desactivadas há quase uma década na área de lazer da Quinta da Gruta. Não só devido à criação do Complexo de Educação Ambiental, mas também porque a piscina “vertia muita água e não tinha condições de ser ocupada”, justifica o presidente da Câmara da Maia, Bragança Fernandes. Em 2008, nasce um equipamento semelhante, com diversos serviços de apoio e rodeado de espaços verdes.

Consciente da grande procura que tinham as antigas piscinas, durante o Verão, o executivo da Câmara da Maia propôs-se abrir o novo equipamento este Verão. Era “uma pretensão dos maiatos” e também porque “nós não tínhamos nenhuma piscina descoberta municipal no concelho”, recorda Bragança Fernandes. Surge depois de um investimento de, aproximadamente, 500 mil euros.

O novo complexo desportivo inclui três piscinas para lazer e recreio, com dimensões distintas. Uma de 25metros (m) por 13m, outra de 12mx6 e ainda um chapineiro infantil com 40 centímetros de profundidade e cinco metros de diâmetro. Fora das actividades aquáticas, juntam-se dois courts de ténis com piso rápido. Para complementar esta oferta, foram criados serviços de apoio – cafetaria, balneários e zona técnica – e áreas ajardinadas a envolver todo este complexo desportivo.

A inauguração deste novo Complexo Desportivo da Quinta da Gruta está marcada para as 10h30 de sábado.

De qualquer forma, a intervenção não terminou ainda. Se é certo que a população já poderá usufruir destas piscinas a partir de amanhã, o mesmo não se pode dizer do acesso automóvel e do parque de estacionamento. O terreno já foi adquirido pela Câmara da Maia, para ali criar um acesso próprio e “um grande parque de estacionamento”, adianta Bragança Fernandes. Será junto ao Mercado do Castelo da Maia e devem estar concluídos até ao final do corrente ano. Até lá, o acesso far-se-á apenas pela entrada principal da Quinta da Gruta.

Marta Costa

(notícia desenvolvida na edição de sexta-feira de Primeira Mão)

Áudio:

Ouça abaixo as declarações de Bragança Fernandes