Chama da Solidariedade passou pela Maia

0
11

A Maia foi um dos municípios que aderiu à iniciativa “Chama da Solidariedade”, promovida pela União das Instituições Particulares de Solidariedade Social do Porto, que iniciou o seu percurso em Lisboa e terminará em Barcelos, amanhã.

Envolvendo a participação de inúmeras IPSS do distrito do Porto, a inicitiva tem como objectivo, chamar a atenção das pessoas para a importância do trabalho desenvolvido pelas instituições, referiu o presidente da direcção da União das IPSS do Porto, Artur Borges.

Na Maia, a Chama da Solidariedade foi recebida por centenas de crianças e utentes de várias instituições do concelho, que tiveram ainda a oportunidade de assistir a um programa de animação, na Praça do Município.

Incluiu ainda uma largada de balões e pombos. Depois, a Chama da Solidariedade seguiu para Valongo.

A iniciativa termina amanhã, em Barcelos, com a Festa da Solidariedade, que contará com a participação de centenas de organizações.

Fernanda Alves

Ouça as declarações de Artur Borges, presidente da União das IPSS do Porto.