Contágio na Maia a ser devidamente controlado e já começaram a ser montadas tendas de campanha no estádio municipal

0
1595
Estadio Municipal Maia

No início do mês de março, a Cruz Vermelha da Maia iniciou o serviço de transporte de doentes infetados ou suspeitos de Covid-19 para o hospital de S. João, integrando o Plano de Contingência da pandemia.

Até agora, a delegação da Maia já efetuou o transporte de cerca de 60 pessoas, sendo 20 delas do concelho maiato.

Embora as autoridade de Saúde não divulguem números oficiais relativos a cada concelho, algumas fontes locais vão dando a indicação de que o município tem mais do que aquele número já referido de pessoas infetadas e em isolamento a serem vigiadas por causa da doença, com um contágio mais preocupante em S. Pedro Fins.

Existe um receio das autoridades de causar alarme social junto de cada comunidade. Qualquer número que seja divulgado a nível concelhio carece de certificação oficial, pelo que preferimos não divulgar qualquer número que vamos tomando conhecimento.

Ainda assim, consideramos que a informação dos cidadãos nunca é em excesso. Só pessoas bem informadas são capazes de tomar decisões de forma mais consciente e ter atitudes mais responsáveis.

De uma forma geral, e tirando algumas poucas exceções num período inicial da pandemia, os maiatos estão a ter o bom senso de ficarem o mais resguardados possível e tentando evitar a propagação do coronavírus.

Uma situação louvável e que é fundamental para controlar o surto no concelho da Maia, evitando que haja um descontrolo de meios e do eficaz tratamento dos doentes.

No estádio municipal já começaram hoje a ser montadas tendas de campanha em articulação com técnicos do ACES Maia Valongo. A Câmara da Maia já havia anunciado há dias que pretende instalar naquele espaço um centro de rastreio da doença. O objetivo será ter um meio mais rápido de efetuar os testes à Covid-19 em regime ambulatório e com menor risco de contágio.