Covid-19: Holanda regista a primeira morte no mundo de pessoa reinfetada

0
257
covid19
covid19

A Holanda registou a primeira morte no mundo por reinfeção do novo Corona-Virus: uma senhora de 89 anos, que sofria de uma forma rara de cancro de medula óssea.

Marison Koopmans, virologista holandesa explicou que a doente precisou de ser internada na primeira infeção pelo vírus e que desenvolveu febre alta e tosse forte, mas que foi liberada do hospital cinco dias após o sucedido. A doente testou ainda negativo em dois exames após estar sem sintomas.

A paciente sofria de uma doença chamada Macroglobulinemia de Waldenstrom, que se caracteriza como sendo uma forma rara de cancro de medula óssea, tendo o sistema imunológico afetado há alguns meses.

Dois meses depois de se recuperar da primeira infeção por Covid-19, iniciou novas sessões de quimioterapia, mas a febre, a tosse e a grande falta de ar voltaram logo no segundo dia de tratamento, pelo que a doente foi readmitida no hospital.

Foi realizado um novo teste ao novo coronavírus, que deu positivo, após ter dado negativo em dois testes serológicos que pretendiam detetar se ainda existiam anticorpos contra o vírus no sangue (na primeira vez que foi infetada).

Oito dias após o internamento, a paciente piorou drasticamente e faleceu em duas semanas.

Koopmans, que participa numa investigação sobre reinfeções que está a ser realizada pela Universidade de Oxfor, afirmou que a paciente “Seguramente morreu de covid-19, mas também estava muito doente”.

A virologista holandesa sublinhou que existem cerca de 25 casos conhecidos de reinfeções no mundo e, na maioria deles, desenvolveram-se sintomas menos graves do que durante a primeira infeção.

Ainda não está claro o que o conhecimento desses casos específicos pode significar para o desenvolvimento de uma vacina da covid-19, nem em que medida o sistema imunológico aprende o suficiente durante a primeira infeção, mas os anticorpos produzidos naturalmente após um contágio inicial parecem desaparecer rapidamente em alguns casos.