Covid19: incidência na Maia mantém-se e Valongo sobe de patamar

0
254
- Publicidade -

Na Maia a incidência por 100 mil habitantes dos casos Covid19 manteve-se quase inalterada, subindo de 40 para 41, mas o concelho mantém-se no nível reduzido de contágio.

A DGS publicou esta sexta-feira, dia 16, os casos registados em cada concelho, correspondente à incidência cumulativa a 14 dias (entre 31/03 e 13/04/2021).

Assim, nesse período de 14 dias, houve na Maia um registo de 41 casos de infetados por 100 mil habitantes, mantendo-se o concelho no patamar de risco Reduzido (concelhos com menos de 120 casos por 100 mil habitantes). O concelho vizinho de Valongo já subiu para o patamar Moderado.

Os casos por concelho, de acordo com a DGS são o seguintes (entre 31/03 e 13/04/2021):

Maia – 41 (concelhos com menos de 120 casos por 100 mil habitantes – risco Reduzido) – subiu

Valongo – 156 (concelhos entre 120,0 e 239,9 casos por 100 mil habitantes – risco Moderado) – subiu

Porto – 60 (concelhos com menos de 120 casos por 100 mil habitantes – risco Reduzido) – desceu

Matosinhos – 50 (concelhos com menos de 120 casos por 100 mil habitantes – risco Reduzido) – desceu

VN Gaia – 54 (concelhos com menos de 120 casos por 100 mil habitantes – risco Reduzido) -subiu

Gondomar – 55 (concelhos com menos de 120 casos por 100 mil habitantes – risco Reduzido) – desceu

Santo Tirso – 88 (concelhos com menos de 120 casos por 100 mil habitantes – risco Reduzido) – subiu

Trofa – 65 (concelhos com menos de 120 casos por 100 mil habitantes – risco Reduzido) – subiu

Póvoa de Varzim – 75 (concelhos com menos de 120 casos por 100 mil habitantes – risco Reduzido) – desceu

Vila do Conde – 44 (concelhos com menos de 120 casos por 100 mil habitantes – risco Reduzido) – subiu

- Publicidade -